Turismo entrega 22 obras de infraestrutura em Mato Grosso do Sul em 2016

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print
centro-de-eventos-de-nova-andradina
Centro de Eventos em Nova Andradina. (Crédito: Divulgação/Assessoria de Imprensa).

Para promover a diversificação dos atrativos e melhorar a qualidade da experiência dos viajantes, o Ministério do Turismo concluiu, em 2016, 22 obras de infraestrutura turística em Mato Grosso do Sul. Ao todo, a Pasta investiu R$ 9 milhões nestas obras, que contaram ainda com a contrapartida de R$ 3,4 milhões dos governos municipais. Em todo o Brasil foram entregues 1052 obras em 24 estados que, juntas, somam o valor de R$ 571,6 milhões, sendo R$ 499 milhões em repasses do Ministério do Turismo.

 
Entre as obras desenvolvidas nos municípios sul-mato-grossenses estão a implantação do Parque Público de Exposição e Rodeio em Santa Rita do Pardo, a construção do Museu da Colônia Agrícola Nacional em Dourados e a construção do Centro de Eventos em Nova Andradina. O desenvolvimento da infraestrutura do estado também foi marcado por obras de pavimentação, implantação de sinalização turística, construção e revitalização de praças neste ano.
 
“Queremos que o brasileiro viaje cada vez mais pelo seu país e para isso precisamos garantir a estrutura necessária para fortalecer o turismo doméstico em suas múltiplas formas – negócios, lazer, ecológico, esportivo, cultural, religioso. E esses investimentos são fundamentais para que alcancemos esse objetivo”, explicou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.
 
O Ministério do Turismo tem investido em importantes obras de infraestrutura turística com o objetivo de preparar e promover o Brasil como um destino cada vez mais atrativo aos brasileiros e estrangeiros.
 
EM ANDAMENTO – Além das obras entregues, o Ministério do Turismo ainda tem mais de 5 mil em andamento -39 em Mato Grosso do Sul –  e no início do próximo ano irá abrir o Sistema de Convênios para cadastramento de novos projetos. “Temos o compromisso de ampliar a oferta dos serviços ligados ao turismo, garantindo as condições adequadas para que o setor se desenvolva de forma coordenada e sustentável para impulsionar”, reforçou o ministro.
 
Desde a sua criação, a Pasta, em parceria com governos municipais e estaduais, já desenvolveu e concluiu mais de 12 mil obras com investimento da ordem de R$ 8,8 bilhões na implantação de sinalização turística, urbanização de orlas, construção de centros de convenções e eventos, reforma e criação de atrativos, entre outras. (Pedro Fideles, do MTur).