Setor de turismo volta a contragtar e abre vagas de emprego em São Paulo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

turismo-emprego
Reunião do CEVEC que avaliou o crescimento do emprego no setor. (Foto: Gustavo Messina).

Após um pequeno recuo em 2015, o setor de Turismo voltou a empregar e fechou o primeiro semestre do ano com 283 mil vagas, quase 300 postos de trabalhos formais a mais do que em 31 de dezembro de 2015. Embora ainda tímida, a notícia de que o setor está empregando foi comemorada nesta quarta-feira (19) pelo ministro do Turismo, Marx Beltrão, durante reunião do Conselho de Viagens e Eventos Corporativos (CEVEC) da Fecomercio, em São Paulo.

“Vivemos um dos momentos mais desafiadores dos últimos anos e, dentro desse cenário, poucos setores têm a capacidade de gerar renda, divisas e empregos como o turismo. O resultado da pesquisa que vimos aqui hoje é a prova disso. Assim como em São Paulo, verificamos que vários segmentos do Turismo continuam a empregar e gerar renda para o país”, afirmou o ministro do Turismo.

Durante a reunião, Marx Beltrão citou, ainda, a necessidade de diálogo permanente entre o governo e a iniciativa privada. “Precisamos destravar a burocracia para crescer. A iniciativa privada precisa chegar a parques nacionais, orlas, praias e florestas. Preservar não é inviabilizar, mas criar estratégias econômicas sustentáveis para o uso e manejo adequado dos recursos naturais”, concluiu.

A presidente do CEVEC, Viviânne Martins, agradeceu a participação do ministro e apresentou os objetivos e agendas do Conselho e dos grupos de trabalho em andamento – Dados, promoção e comunicação, advocacy e educação. Viviânne falou, ainda, sobre a necessidade de modernidade e sustentabilidade do setor. “Precisamos trabalhar em parceria. O setor privado está avançando nas pautas para geração de empregos e renda para o país, mas é fundamental que o governo esteja conosco nessa luta. O ministro se mostrou muito disposto em trazer o turismo para o lugar que ele merece estar, de valorização e reconhecimento”, disse.

Alexandre Sampaio, presidente do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da Confederação Nacional do Comércio (CNC) e da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), destacou a presença de Marx Beltrão no evento e deu as boas-vindas ao novo ministro. “O ministro tem demonstrado interesse muito grande em gerir a pasta em parceria com o trade. É importante termos um ministro com esse perfil, que conhece o legislativo como poucos e poderá ajudar muito o setor”, avaliou.

O encontro contou com a presença de cerca de 30 conselheiros executivos e consultivos da entidade. Durante a apresentação, todos os representantes tiveram a oportunidade de apresentar seus segmentos, pleitos e potencial de impacto na economia. Em sua fala, o secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Laércio Benko, reforçou a necessidade de um trabalho de formação no setor. “O turismo é a verdadeira economia da felicidade e é muito importante a promoção de cursos de qualificação das pessoas que lidam transversalmente em todo o turismo”, aconselhou. (Da Assessoria do MTur).