Governo do Estado lança a 13ª edição do Festival América do Sul

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) e da Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (SECTEI), lança o 13o Festival América do Sul Pantanal nesta segunda-feira (24), às 9h, no auditório da Governadoria, no Parque dos Poderes, em Campo Grande.

O 13o Festival América do Sul Pantanal (FASP) acontece de 11 a 14 de novembro de 2016 em Corumbá, na fronteira com a Bolívia, e terá mais de 15 horas diárias de atrações das mais variadas manifestações culturais.

3o Festival América do Sul Pantanal acontece de 11 a 14 de novembro de 2016 em Corumbá - Foto: Divulgação
3o Festival América do Sul Pantanal acontece de 11 a 14 de novembro de 2016 em Corumbá – Foto: Divulgação

Envolvendo aproximadamente 500 pessoas entre artistas, artesãos, produtores, agentes e técnicos culturais de diversos estados do Brasil e de mais 6 países – Paraguai, Bolivia, Uruguai, Chile, Peru e Argentina – o FASP contabiliza mais de 60 atrações entre shows musicais, espetáculos de dança, teatro, circo, mostras de artes visuais, artesanato, audiovisual, saberes indígenas, palestras, mesas-redondas, lançamentos de livros, oficinas, fomento à economia criativa, formação e capacitação cultural, arte educação, cultura popular, ciência e tecnologia, inovação, esportes e turismo.

Durante o lançamento serão anunciadas as atrações que comporão os quatro dias da agenda rica e variada do Festival, algumas delas inéditas no Mato Grosso do Sul, revelando a expressão da arte contemporânea sul-americana.

O secretário de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Renato Roscoe, sublinha que o FASP terá uma programação gratuita para todas as idades, oportunizando o acesso democrático à cultura: “O FASP estará em praças e ruas de bairros das cidades brasileiras de Corumbá e Ladário e das bolivianas Puerto Quijarro e Puerto Suárez, rompendo fronteiras, promovendo o intercâmbio cultural e proporcionando cultura a todas as classes sociais”.

Andréa Freire, diretora-presidente da FCMS, destaca que o FASP é “um evento de congraçamento dos povos sul-americanos, reverenciando a pluralidade cultural que permeia nossas fronteiras e constrói identidades seculares, que ao longo do tempo se reinventam”.

Após o lançamento, a programação do FASP estará disponível no site www.festivalamericadosulpantanal.com, na fanpage FestivalAmérica doSulPantanal, além de ser distribuída em livretos e folhetos.