Governo de Mato Grosso do Sul vai criar mais um festival, o da Carne, que será em Campo Grande

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

Proposta é reunir a cadeia da carne para discussões sobre produção e mercado e ao mesmo tempo promover o turismo

 

Participantes do Festival de Inverno de Bonito se divertem conhecendo as belezas naturais do lugar. (Foto: Daniel Grandville/Fundtur-MS).

Dênes de Azevedo

Nelson Cintra, presidente da Fundtur-MS (Fundação de Turismo de MS) tem dito em entrevistas que Mato Grosso do Sul vai ter mais  um festival internacional, desta vez o da carne, a ser realizado em Campo Grande.

É o terceiro festival de grande porte do Estado, que já tem o Corumbá (Festival América do Sul Pantanal) e o Bonito (Festival de Inverno). A proposta é reunir a cadeia da carne em nível mundial no Estado para discutir tecnologia de produção, industrialização e mercado. Seria ao mesmo tempo um evento de turismo de negócios e eventos.

O Festival de Inverno de Bonito chega este ano à 17ª edição. Já se consolidou como um dos mais importantes festivais de Mato Grosso do Sul. A programação contém música, teatro, dança, gastronomia e visitação a um dos locais turísticos mais bonitos do mundo.

O Festival América do Sul Pantanal está na sua 12ª edição. No ano passado mais de 400 artistas se apresentaram em diversas áreas, como artesanato, artes plásticas, fotografias, oficinas, música, dança e teatro. Ao mesmo tempo se divertem nos empreendimento de turismo rural e de pesca de Corumbá.

Em Dourados há quatro anos acontece o Festival Gastronômico, porém menor, voltado especificamente para área de alimentação. Mesmo assim, o festival tem atraído bastante turistas da região.

 

TURISMO RURAL

A Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul apresentou na feira agropecuária Show Rural Coopavel 2016, os atrativos do turismo sul-mato-grossense.

O Turismo rural permite ao turista um contato direto e genuíno com a natureza, a agricultura e as tradições locais, através da hospitalidade privada em ambiente rural e familiar.  O segmento reúne produção agropecuária, agrega valor a produtos, resgata e promove o patrimônio cultural e natural da comunidade. Na maioria das propriedades é a própria família que recebe os hóspedes interessados em fugir da rotina estressante da cidade e conhecer roteiros ecológicos.

Em Mato Grosso do Sul, o turismo rural está presente em algumas regiões do Estado, especialmente no Pantanal. Num cenário onde a valorização do desenvolvimento sustentável reflete em todos os âmbitos da atividade produtiva relacionada com a utilização dos recursos naturais, cresce o interesse dos produtores rurais de Mato Grosso do Sul pela modalidade turística como alternativa de diversificação econômica. (Com Assessoria da Fundtur MS).