DOURADOS SEDIA DESAFIO DE CICLISMO NO MÊS DE SETEMBRO

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

IMG-20160423-WA0085
Ciclistas que participarão do 1º Dourados Bike Tour na categoria desafio percorrerão por estradas na bela zona rural de Dourados, como a região do Morro do Chapéu. (Foto: Divulgação).

 

Ciclistas e aficionados pelo MTB (Mountain Bike) de todo o Estado devem se reunir em Dourados, no centro sul de Mato Grosso do Sul, no dia 18 de setembro para participar do “1º Dourados Bike Tour”. A festa do ciclismo de Dourados deve reunir pelo menos mil pessoas.

O evento, que está sendo organizado pelo grupo de pedal ‘Pedal Livre’ e pelo Rotary Club Dourados-Caiuás, terá um percurso leve de 25 Km, um desafio de 70 Km pelas belas paisagens da zona rural de Dourados e ainda um almoço de confraternização.

De acordo com o coordenador do Pedal Livre, Edilson Ferreira, a proposta é promover a confraternização dos ciclistas de Dourados com aqueles que vivem na região e em outras cidades do Estado. Além disso, segundo ele, o evento visa promover e incentivar na comunidade essa modalidade esportiva, extremamente benéfica para a saúde.

Já o presidente do Rotary Caiuás, Rodrigo Abib Salomão, lembra que da iniciativa surgiu a ideia de também tornar o evento beneficente. Assim, os recursos arrecadados com o almoço, a ser realizado no Clube Nipônico Campestre, serão destinados a projetos sociais. “Vamos promover o esporte, o companheirismo e o social”, afirma.

A organização espera reunir pelo menos 300 ciclistas em competições nas categorias Light Tour, de 25 Km, e Desafio Power Tour, de mais de 70 Km, que será uma competição para ciclistas profissionais ou mais experientes. São poucos quilômetros de asfalto, apenas até o acesso às belas estradas de terra vermelha e trilhas de Dourados.

O percurso acontecerá na região noroeste de Dourados, uma área agrícola com belas paisagens. Quem optar pelos 25 Km segue até a região conhecida pelos ciclistas como Mata do Caraguatá. É um percurso de baixa dificuldade. Já o percurso de 70 Km segue até a região do Morro do Chapéu, sendo um percurso de média dificuldade.

Nos dois percursos haverá medalhas para os participantes. Cada bike será identificada com placa e o ciclista com pulseiras, com a cor variando de acordo com o percurso escolhido. Haverá troféus para os primeiros colocados nos dois percursos e prêmio em dinheiro para os primeiros colocados no desafio, nas categorias masculino e feminino. Também haverá sorteio de brindes no evento.

A cidade de Dourados tem se destacado como um celeiro de ciclistas em Mato Grosso do Sul. Cresce muito o interesse da população por este esporte. A maioria busca apenas a atividade física regular e o lazer, mas muita gente tem treinado profissionalmente e conquistado ótimas colocações no Estado.

O Pedal Livre é um grupo de pedal amador, mas que reúne também atletas profissionais e experientes dos dois clubes de pedal de Dourados filiados à Federação MS de Ciclismo, que são a Pró Pedal e a AMDC.

Já o Rotary Club Dourados-Caiuás é um dos seis clubes de serviço em Dourados do Rotary International, uma organização de líderes de negócios e profissionais, presente em 210 países e que prestam serviços humanitários, fomentando elevado padrão de ética em todas as profissões, através da missão de estabelecer a paz e a boa vontade no mundo.