Conheça os cinco cenários do futebol olímpico no Brasil; cidades já movimentam milhares de turistas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

As partidas de futebol dos Jogos Olímpicos Rio 2016 tem início nesta quarta-feira (3) com partidas disputadas em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. A bola também vai rolar nos gramados de Salvador, Manaus e Brasília, dando a oportunidade para os visitantes brasileiros e estrangeiros conhecerem um pouco mais da diversidade cultural e das riquezas da flora e fauna encontradas no país. Assim, o viajante poderá se deixar encantar por cenários típicos da Amazônia, do Cerrado, da Caatinga e da Mata Atlântica.

Os turistas que viajarem para a capital federal para assistir aos jogos poderão conhecer a rica biodiversidade do Cerrado composta por mais de 11 mil espécies de animais e vegetais, e preservada nos parques espalhados por toda a cidade, além de seu Jardim Botânico. A frutas típicas da região também destacam-se na gastronomia, como o cajuzinho-do-cerrado e o pequi. No âmbito cultural, os visitantes podem contemplar os edifícios e monumentos arquitetônicos do Plano Piloto de Brasília, tombado como Patrimônio Cultural da humanidade pela Unesco em 1987.

A transição do Cerrado para a Mata Atlântica compõe os cenários naturais da capital mineira, e pode ser contemplada na Serra do Curral e no Parque Municipal Américo Renné Giannetti, inaugurado em 1897 com 182 mil metros quadrados de área. Durante o passeio pela região Norte da cidade, os visitantes podem conhecer o Conjunto Moderno da Pampulha, tombado em julho pela Unesco e que tem entre seus atrativos a Igreja de São Francisco, o Museu da Pampulha, o Iate Clube e a Casa do Baile.

Rio de Janeiro (RJ)-1. Foto-Divulgação-Embratur
A bela Floresta da Tijuca estão entre os atrativos turísticos do Rio, cidade-sede dos jogos. (Foto: Divulgação/Embratur).

As reservas de Mata Atlântica como a bela Floresta da Tijuca estão entre os atrativos turísticos que se destacam na cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2016 pela beleza das paisagens naturais e pela diversidade de espécies endêmicas da região. O Cristo Redentor e as praias de Copacabana e Ipanema são alguns dos cartões postais do Rio de Janeiro que são reconhecidos internacionalmente como atrativos culturais e de lazer.

A Mata Atlântica também é o bioma predominante na capital paulista, reconhecida como o destino brasileiro mais visitado por turistas brasileiros e estrangeiros motivados por negócios, eventos e convenções. O Parque Ibirapuera é um dos pontos turísticos mais procurados por moradores e turistas e oferece diversas opções para quem quer aproveitar um dia ao ar livre. Para os amantes da arquitetura moderna, a Casa de Vidro é parada obrigatória. A construção foi o primeiro projeto da arquiteta Lina Bo Bardi, em 1951. O jardim da Casa de Vidro ocupa uma área de 7 mil m² e expressa o amor de Lina e do marido, Pietro, pela riqueza natural brasileira.

Na Bahia, os visitantes poderão conhecer a vegetação típica de três biomas brasileiros, sendo o Cerrado no extremo oeste do estado, a Caatinga nas regiões central e norte, e a Mata Atlântica na região litorânea. No âmbito cultural, Salvador tem como destaque entre seus atrativos o Centro Histórico tombado como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco em 1985, que preserva casarões, palácios e igrejas do período colonial.

Os jogos de futebol olímpico também enaltecerão a Amazônia, o maior bioma do Brasil. Em um dia de passeio pela capital do Amazonas é possível contemplar o encontro das águas dos rios Negro e Solimões que formam a bacia amazônica, fazer trilhas pela floresta para conhecer de perto a biodiversidade da região, conhecer o polo industrial da Zona Franca de Manaus e degustar os pratos típicos da gastronomia local, como o tacacá, a tapioca e o x-caboquinho, um tipo de sanduíche com tucumã, queijo coalho e banana frita. (Por Pedro Fideles).