As belezas naturais e históricas de quatro cidade do interior do Piauí, na região de Teresina

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

 

piaui-Pedra da Tartaruga-Piracuruca-PI-Foto-banco de imagens-Embratur
Pedra da Tartaruga, em Piracuruca, no Piauí. (Foto: Embratur).

Depois de pernoitar envolto pelas belezas naturais de Parnaíba (PI), a tocha olímpica retomou sua rota por mais cinco cidades piauienses: Piracuruca, Piripiri, Campo Maior, Altos e a capital Teresina.

Piracuruca é conhecida pelas festas da padroeira Nossa Senhora do Carmo, que atrai cada vez mais o turismo religioso. A igreja matriz é templo barroco com mais de 300 anos. Há também o Parque Nacional de Sete Cidades, como o arco do triunfo, a pedra da tartaruga e o mirante.

Piripiri, no norte do Piauí é uma das principais atrações turísticas da região. Entre as atrações locais está o Açude Caldeirão, um reservatório de água que ocupa uma área de 1.200 hectares e abastece toda a cidade. Polo de lazer e entretenimento, o local atrai cada vez mais moradores e visitantes em busca de descanso e de um banho agradável, principalmente na época do chamado “sangramento”, que é quando o nível da lâmina d’água extrapola a sua capacidade máxima. No local os turistas encontram ainda às margens do lago bares e restaurantes rústicos, que servem a culinária típica da região, como galinha caipira e principalmente tilápia, frita ou cozida.

piaui-Parque Lagoas do Norte-Teresina-PI-Foto-banco de imagens-Embratur
Parque Lagoas do Norte, em Teresina, no Piauí. (Foto: Embratur).

Em Campo Maior é possível ver os vaqueiros na lida com o gado. Há o Monumento Heróis do Jenipapo, berço da maior luta travada no Piauí pela independência do Brasil e um dos principais pontos turísticos da cidade. O Açude Grande de Campo Maior, que possuiu uma das mais belas paisagens do Piauí, encanta os turistas pelo seu pôr-do-sol, e oferece oportunidade de passeios de jet-ski, lanchas e canoas. A Barragem dos Corredores, a Catedral de Santo Antônio e a “Serra” de Santo Antônio, com suas cachoeiras, piscinas naturais, riacho entre morros e cavernas, também merecem destaque pela beleza, histórico e recanto de lazer. Na culinária, quem comanda é a famosa carne de sol, prato obrigatório e marca registrada do município.

Altos conta com serras, rios perenes, cachoeiras, olhos d’água e riachos com piscinas naturais, estrutura perfeita ao ecoturismo e à prática de esportes radicais.  A cidade possui ainda a Floresta Nacional dos Palmares, unidade de conservação ambiental federal administrada pelo Instituto Chico Mendes, e mantém viva uma forte tradição religiosa e popular manifesta em festividades juninas e do bumba-meu-boi. Altos fica bem ao lado de Teresina, a capital do Estado.

O MTur (Ministério do Turismo) investiu nas cidades do Piauí, desde 2003, quando foi criado, cerca de R$ 262,5 milhões em pavimentação de vias públicas da cidade, apoio a projetos de infraestrutura turística, construção e reforma de praças, urbanização, saneamento e sinalização turística, entre outros projetos. O Parque da Cidadania e a Ponte Estaiada, pontos turísticos que receberão a visita da tocha, foram beneficiados, juntos, com mais de R$ 34 milhões. (Por Priscilla Araujo, do MTur – texto editado).