Com sede própria na cidade de Bonito, Sebrae Regional Oeste vai atender 15 municípios

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

sebrae-sede-bonito
Prédio de 718 m² conta com duas salas de treinamento com capacidade para 30 pessoas cada. (Foto: Divulgação).

A cidade de Bonito ganhou na sexta-feira, 08 de abril, sua sede própria do Sebrae. Presente na solenidade o governador Reinaldo Azambuja destacou que a região ganha um local para o desenvolvimento de negócios que vão qualificar e aumentar o empreendedorismo. “O Sebrae disponibiliza ferramentas para o sucesso do empreendedorismo no turismo local”, disse.

 

A sede fica na Rua Coronel Pillad Rebuá, 2.480, Jardim Andréa. Chamada Regional Oeste, a unidade atenderá a 15 cidades que possuem 25 mil pequenos negócios ativos.

O prédio de 718 m² conta com duas salas de treinamento com capacidade para 30 pessoas cada; amplo espaço para atendimento aos empreendedores, além de localização central, logo à entrada da cidade. A área total de 6.715 m² foi doada pela Prefeitura Municipal; o estacionamento possui espaço para abrigar, quando necessário, unidades móveis de instituições do Sistema S que também prestam serviços à sociedade.

A Regional Oeste será responsável por atender a 25 mil pequenos negócios de 15 municípios: Anastácio, Aquidauana, Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Caracol, Corumbá, Dois Irmãos do Buriti, Guia Lopes da Laguna, Jardim, Ladário, Miranda, Nioaque, Porto Murtinho e Sidrolândia.

“O município possui localização estratégica e é referência internacional em turismo, sendo reconhecido com diversos prêmios pelo mundo. Esta sede fortalece nossa atuação e reforça o compromisso para o desenvolvimento do estado por meio do empreendedorismo”, ressalta Cláudio Mendonça, superintendente do Sebrae em MS.

Durante a solenidade acontece os lançamentos do livro “Bonito: uma História de Desenvolvimento Territorial”, escrito por Arnaldo Leite, que trata sobre o a estruturação do paraíso ecológico baseada no fomento à evolução dos pequenos negócios; e do projeto Brasil Central Negócios-Turismo, que tem o apoio da Associação Brasileira dos Sebrae Estaduais (Abase) Centro-Oeste.

A iniciativa desenvolvida pelas unidades estaduais do Sebrae em Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal promoverá ações integradas para o fortalecimento do turismo regional. Existem seis zonas de ação prioritárias: Bonito (MS); região do Pantanal – com Corumbá (MS) e Poconé (MT); Chapada dos Guimarães (MT); Chapada dos Veadeiros (GO); Pirenópolis (GO); e Brasília (DF).

O objetivo é chamar a atenção dos turistas para recebê-los com maior frequência, principalmente das capitais brasileiras  e países sul-americanos, por meio de estratégias de inteligência comercial, economia criativa, sustentabilidade, inovação e tecnologia. Almeja-se até outubro do próximo ano que 800 micros e pequenas empresa acessem novos mercados graças ao Brasil Central.