Prefeitura efetiva programa “Papa Pilhas” em Dourados

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Com a coleta, Imam quer evitar o descarte de pilhas, baterias de celulares e componentes de computadores na natureza. (Foto: A. Frota).
Com a coleta, Imam quer evitar o descarte de pilhas, baterias de celulares e componentes de computadores na natureza. (Foto: A. Frota).

A prefeitura de Dourados, por meio do Imam (Instituto de Meio Ambiente de Dourados), efetiva o programa “Papa Pilhas”, lançado por ocasião da programação dos cem dias de governo da prefeita Délia Razuk. A coleta de pilhas, baterias de celular e de computadores já é realizada em alguns pontos, mas a partir do mês de agosto o órgão estará disponibilizando, inicialmente para instituições públicas, as caixas de coleta.

O diretor-presidente do Instituto, arquiteto Fábio Luís da Silva, informou que o município formalizou uma parceria com a Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica), que já está recolhendo esse tipo de produto em Dourados. “Até então não tínhamos para onde encaminhar o material, mas agora o problema foi solucionado e é um componente tóxico a menos na natureza”, explicou o diretor.

O Papa Pilhas faz parte da campanha Dourados + Limpa + Linda e vai atender a uma grande demanda de pedidos por parte da comunidade em geral. Fabio Luiz informou que, mesmo ainda sem uma intensificação da coleta, o Imam entregou para a Associação, somente neste ano, mais de 400 quilos de pilhas e baterias. Com a efetivação do programa, o diretor do Imam acredita esse volume será bem maior.

Em algumas empresas e escolas existem frascos disponibilizados como depósito, os quais são recolhidos pelo Instituto. A partir de agosto serão instaladas cem caixas padronizadas em escolas, unidades de saúde e outros órgãos públicos onde há fluxo intenso de pessoas, para facilitar o acesso. Numa segunda etapa, o Imam espera distribuir esses recipientes também para grandes empresas, hospitais e outros setores.

Fábio Luiz informa à população que mesmo antes da instalação dos recipientes, esse tipo de artefato pode ser descartado no próprio Instituto, localizado à Rua Joaquim Teixeira Alves, 3770, no prédio da Guarda Municipal. “Nosso objetivo, como já determinou a prefeita Délia Razuk, é trabalhar dentro dos propósitos para os quais o instituto foi criado, buscando sempre a melhoria da qualidade de vida das pessoas”, destacou o diretor.

Em Dourados já é feito de forma adequada o descarte de embalagens de agrotóxicos. O Imam já resolveu a situação dos pneus e agora intensifica o descarte de pilhas. Ainda está em andamento um projeto para garantir o descarte de lâmpadas fluorescentes, como determina a Lei 11.187/97, a mesma que fala das pilhas e outros que contenham mercúrio metálico. Esses artefatos não podem ser misturados ao lixo doméstico ou comercial.