EXÉRCITO TOCARÁ OBRA NO AEROPORTO DE DOURADOS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

 Délia recebeu o general da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, Lourenço William da Silva Ribeiro Pinho. (Foto: A. Frota).
Délia recebeu o general da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, Lourenço William da Silva Ribeiro Pinho. (Foto: A. Frota).

A parceria que vai entrar para a história do município de Dourados incumbirá o Exército Brasileiro da execução das obras de ampliação do Aeroporto Municipal Francisco de Matos Pereira. Esta é a informação divulgada nesta quarta-feira pela prefeita Délia Razuk, que recebeu no gabinete o general da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, Lourenço William da Silva Ribeiro Pinho, com a participação do secretário de Planejamento, José Elias Moreira.

Esta é a primeira vez que a maior cidade do interior do Estado será contemplada com o trabalho da entidade máxima da segurança nacional, fruto da busca por parcerias, executada pela administração. O Exército Brasileiro, através de Termo de Execução Descentralizada (TED), será responsável pela execução de toda a obra, estimada em investimentos de R$ 40 milhões, que vai permitir aumentar a extensão e largura da pista, aumento do pátio de aeronaves e reconstrução do terminal de passageiros e base do Corpo de Bombeiros.

A prefeita Délia Razuk comemorou o andamento das tratativas, que tiveram o secretário José Elias à frente, e falou da importância dos trabalhos em parceria que garantirão a Dourados avanço estrutural. “É fantástico poder contar com vocês, uma instituição séria, que trabalha com excelência. Estruturar nosso município, algo que esta ampliação nos dará, é dar oportunidade de mais crescimento ao município, o que é nossa meta”, disse a prefeita.

O general da 4ª Brigada agradeceu a oportunidade de colocar em prática o projeto a pedido do Executivo Municipal. Para Lourenço Willian, a execução da obra pelo Exército Brasileiro permitirá avanços incomparáveis para a região. “É uma oportunidade de mostrar o Exército ainda mais presente, de qualificar mão de obra, de deixar investimentos no município, enfim, grandes dividendos para o contexto local”, disse. O general ainda ressaltou a oportunidade de novas parcerias, não só para Dourados, mas para a região em diversos campos da evolução tecnológica, a própria engenharia e as comunicações. “Por ser a primeira vez desta atuação, rompe-se um ciclo e criam-se novos horizontes, com progresso, com integração”, disse o general.

O comandante da Brigada vislumbrou, inclusive, a anexação de um projeto para construção de um posto de carga, com inclusão de uma estação para desembaraço aduaneiro da Receita Federal. “A análise é simples. Estamos mais perto que Assunção [Capital paraguaia] em relação à fronteira”, analisou.

Segundo o secretário de Planejamento, tanto a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) quanto a Secretaria de Aviação Civil (SAC) elaboram o projeto que estará concluído até 30 de setembro, quando será encaminhado à Secretaria de Planejamento. “O projeto detalhado será enviado no fim de setembro. O Exército fará toda a obra e, nisto, é importante ressaltar a qualidade, eficiência e transparência desta nobre instituição”, disse José Elias.

Outro ponto positivo, segundo o secretário, é a celeridade de todo o processo que evita a confecção de licitação, por ser uma obra executada por órgão ‘do Governo para o Governo’. O início das obras, segundo tratado na reunião, é para 2017 com previsão de término em 24 meses. Segundo o general Willian, é provável que o seja o Centro de Instrução de Engenharia de Construção (CIEC) e 2º Batalhão Ferroviário do Exército em Araguari (MG) os responsáveis pela execução, mas a mão de obra será local. “A exemplo de outros grandes empreendimentos em todo o Brasil, o Exército Brasileiro está orgulhoso de contribuir com Dourados”, finalizou o general.

José Elias e o general Willian citaram as tratativas sobre o projeto que tiveram em Brasília, nos ministérios respectivos e com o Comando do Exército. A prefeita Délia agradeceu a visita e o empenho dos envolvidos em manter o compromisso com Dourados nas atitudes. “O impacto social desta obra é muito grande. Temos o prazer de contar com o Exército na obra que será rápida”, finalizou a prefeita.