Usina em Aparecida do Taboado vai produzir energia a partir de tocos e raízes de eucalipto

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print
eucalipto-lavoura
Energia a partir de biomassa será produzida com tocos e raízes de eucalipto . (Foto: Divulgação).

A Usina Termelétrica Onça Pintada, localizada em Aparecida do Taboado, vai gerar energia a partir de biomassa produzida com tocos e raízes de eucalipto não utilizados na operação de colheita. O empreendimento é da Eldorado Brasil, vai gerar 1 mil empregos diretos e indiretos para a região e terá potência instalada de 50MW/h. A indústria de celulose venceu leilão realizado em 29 de abril pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), garantindo a negociação para a venda de energia a partir de 2021.

“A Usina da Eldorado foi a única, entre as 13 UTEs de biomassa de Mato Grosso do Sul que participaram do leilão,  a viabilizar a comercialização de energia elétrica. Como o empreendimento já conta com a disponibilidade imediata de matéria-prima, ficou à frente em termos de competitividade. Desde o ano passado, nós na Semade e no Imasul temos trabalhado para fomentar essa atividade do setor florestal no Estado. A produção de energia a partir de biomassa é estratégica para a diversificação da economia e para a nossa proposta de Estado Carbono Neutro. Além disso, vai gerar empregos para a região”, afirmou o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck.

O investimento da Eldorado na UTE de Aparecida do Taboado é de R$ 300 milhões. “Este investimento está alinhado aos pilares estratégicos da companhia de inovação, competitividade e sustentabilidade e nos permite maior eficiência no aproveitamento de nossa base florestal. Este é o primeiro projeto de 50 MW/h a partir de biomassa da empresa, e, com nossas florestas próprias, teríamos potencial para garantir biomassa a seis UTEs do mesmo porte, fornecendo mais de 300 MW/h de energia para o sistema elétrico nacional, o que poderá gerar uma receita adicional de mais de R$ 600 milhões, além contribuir positivamente com a matriz energética brasileira”, afirma José Carlos Grubisich, presidente da Eldorado Brasil.

A UTE Onça Pintada será instalada em uma fazenda da Eldorado em Aparecida do Taboado (MS) e irá iniciar o fornecimento ao sistema elétrico nacional em janeiro de 2021, conforme previsto no leilão da Aneel. O preço da energia foi estabelecido em R$ 243,2/MWh, em um contrato com uma valor total de R$ 2,5 bilhões e prazo de 25 anos. O projeto agora segue para homologação na Agência.