UFGD e Senai firmam parceria para avanços tecnológicos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

O diretor-regional do Senai, Jesner Escandolhero, e a reitora da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), Liane Maria Calarge, assinaram, nesta sexta-feira (15/04), no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), termo de cooperação técnica para unir esforços para a concepção e realização de trabalhos e projetos que contribuam para o avanço tecnológico das indústrias de Mato Grosso do Sul.

Parceria visa desenvolver projetos de inovação e tecnologia e de novos produtos ou processos, assim como seu melhoramento
Parceria visa desenvolver projetos de inovação e tecnologia e de novos produtos ou processos, assim como seu melhoramento

“Com esse termo, buscamos estreitar a relação por meio de esforços para desenvolver projetos de inovação e tecnologia e de novos produtos ou processos, assim como seu melhoramento. O Senai atua como alavancador da competitividade pela inovação e, nesse sentido, investe em tecnologia como solução para a indústria por meio do suporte para o desenvolvimento de pesquisas que tenham total aplicabilidade para as empresas. Nós fazemos a ponte entre a academia e as indústrias”, declarou Jesner Escandolhero.

A reitora Liane Calarge afirmou que ações como a assinatura do termo de cooperação têm efeitos para ambas instituições. “O termo de cooperação firmado é de mão dupla, pois todos ganhamos. As universidades não se sustentam mais com o Governo e, por isso, é fundamental buscar novas formas de trabalho. Não existe hoje fazer pesquisa sem propósito, tem que ter aplicabilidade na sociedade. Então, vamos potencializar as competências da universidade e trazer inovação, ou seja, unir os agentes e fazer chegar o conhecimento onde precisa”, observou.

Durante a reunião para a assinatura do termo de cooperação técnica, o diretor-técnico do Senai, Gilberto Schaedler, falou sobre as oportunidades de desenvolvimento de pesquisa. “As ações necessárias para melhorar a competitividade da indústria passam formação de recursos humanos qualificados, promoção de inovação, apoio de projetos estruturantes e incentivo de programas setoriais de inovação”, afirmou.

Gilberto Schaedler reforçou ainda a união de esforços com objetivos em comum por meio da plataforma tecnológica, que reúne diferentes atores com papel no desenvolvimento tecnológico para evitar a duplicação de investimentos e superar obstáculos ao desenvolvimento de novas tecnologias, além de integrar a visão estratégica do desenvolvimento de tecnologias emergentes.

Com assessoria