Dólar cai pelo 4º dia e vai a R$ 3,299, menor nível desde eleição de Trump

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Moedas

 

Dólar Comercial: 3,2976 (compra) 3,2993 (venda) -0,98% (variação)

Dólar Turismo: 3,1200 (compra) 3,4500 (venda) – 1,15% (variação)

Euro Comercial: 3,4291(compra) 3,4315 (venda) -1,12% (variação)

Libra: 4,0371 (compra) 4,0409 (venda) -1,16% (variação)

Guarani: 1.660 (compra) 1.730 (venda)

(Fonte: Uol e Cambios Chaco – fechado às 19h08)

 

Bolsa

Índice Bovespa fechou em -0,68% (57.255,22pts) nesta quinta-feira.

(Fonte: Uol)

 

Commodities

Soja: 70,50(BA) 70,49(GO) 69,72(MG) 68,38(MS) 65,01(MT) 69,26(PR) 69,07(RS)  72,33(SC) 72,53(SP)

Milho: 44,42(BA) 33,32(GO) 35,29(MG) 28,89(MS) 25,38(MT) 29,68(PR) 33,95(RS) 35,78(SC) 35,38(SP)

Algodão: 86,50(BA) 63,56(GO) 90,97(MG) 70,00(MS) 83,69(MT)

Arroz: 50,00(BA) 68,00(MT) 68,33(PR) 48,84(RS) 59,48(SP)

Feijão: 240,00(BA) 198,04(PR) 256,58(RS) 198,75(SC) 169,35(SP)

Bovinos: 158,28(BA) 140,81(GO) 148,96(MG) 135,13(MS) 126,18(MT) 149,25(PR) 4,86(RS) 157,71(SC) 149,21(SP)

Aves: 3,30(MG) 3,01(PR) 2,41(SC) 3,00(SP)

(Fonte: Agrolink – fechado às 19h17)

 

Petróleo (Brent): US$ 54,000 (-2,43%)

Ouro: US$ 1129,430 a onça-troy (+0,05%)

Prata: US$ 15,815 (+0,03%)

Platina: US$ 908,300 (+0,04%)

Paládio: US$ 656,400 (0,00%)

(Fonte Uol – fechado às 19h22)

 

Índices

Salário Mínimo: R$ 880,00 (2016)

Global 40: +112,32

TR: +0,18%

CDI: +13,63%

SELIC: +13,75% (2/12)

IPCA: +0,18% (Nov/16).

IPC-Fipe: +0,15 (Nov/16)

IGP-M: -0,03 (Nov/16)

INPC: +0,07 (Nov/16)

(Fonte Uol)

 

UAM-MS (Unidade de Atualização Monetária de MS)

– Dezembro/2016: R$ 3,5407

– Novembro/2016: R$ R$ R$ 3,5361

– Outubro/2016: R$ R$ R$ 3,5350

– Setembro/2016: R$ R$ 3,5199

– Agosto/2016: R$ 3,5337

– Julho/2016: R$ 3,4770

– Junho/2016: 3,4381

– Maio/2016: R$ 3,4258

– Abr/2016: R$ 3,4111

– Mar/2016: R$ 3,3844

– Fev/2016: R$ 3,3334

– Jan/2016: R$ 3,3188

(Fonte Sefaz/MS)

 

UFERMS

 

– Dez/2016: R$ 24,39

– Out/2016: R$ 24,28

– Ago/2016: R$ 23,99

– Jun/2016: R$ 23,63

– Abr/2016: R$ 23,35

– Fev/2016: R$ 22,90

(Fonte Sefaz/MS)

ESTATÍSTICAS DA ECONOMIA AGRÍCOLA ANO BASE 2015

 

http://www.agricultura.gov.br/arq_editor/Pasta%20de%20Dezembro%20-%202015.pdf

 

Dólar cai pelo 4º dia e vai a R$ 3,299, menor nível desde eleição de Trump

 

O dólar comercial fechou esta quinta-feira (22) em queda de 0,98%, cotado a R$ 3,299 na venda. É a quarta baixa seguida da moeda norte-americana, que havia caído 0,35% na véspera.

Esse é o menor valor de fechamento desde 9 de novembro, dia em que Donald Trump foi eleito presidente dos Estados Unidos. Na ocasião, a moeda terminou o dia valendo R$ 3,21.

Com isso, o dólar acumula baixa de 2,6% no mês e de 16,43% no ano. A semana tem sido de poucos negócios e um volume maior de entrada de recursos no país no final desta sessão ajudou a puxar a moeda pra baixo.

Economia e política

Nesta quinta-feira, o governo fez uma série de anúncios em uma tentativa de reanimar a economia brasileira.

Pela manhã, o presidente Michel Temer anunciou que os juros do cartão de crédito serão reduzidos em mais da metade. Além disso, o governo informou que trabalhadores poderão sacar todo o valor disponível em contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

Em seguida, a equipe do presidente Temer anunciou uma reforma trabalhista. Entre as mudanças estão o aumento do prazo para trabalho temporário e a confirmação de que acordos coletivos terão força de lei.

 

Atuações do BC

O Banco Central novamente não fez nenhuma intervenção no câmbio. O último dia em que atuou no mercado foi em 13 de dezembro.

Economia dos EUA

No exterior, investidores voltavam suas atenções para a divulgação de dados sobre a economia dos Estados Unidos. O PIB (Produto Interno Bruto) norte-americano avançou a uma taxa anualizada de 3,5% no terceiro trimestre, acima da previsão de analistas.

Por outro lado, o número de pedidos de auxílio-desemprego nos EUA subiu na última semana e atingiu o maior nível desde junho.

“O PIB dos EUA foi melhor do que a prévia anterior, mas os pedidos de seguro-desemprego foram piores. Um anulou o outro”, disse o operador de câmbio à agência de notícias Reuters.

 

Juros do cartão de crédito serão reduzidos pela metade, anuncia Temer

cartao

Os juros do rotativo do cartão de crédito terão uma redução de mais da metade no primeiro trimestre de 2017, anunciou o presidente Michel Temer nesta quinta-feira (22). O anúncio foi feito em café da manhã com jornalistas.

Há uma semana, o presidente já havia afirmado que o governo estudava formas de baixar os juros do cartão, mas ainda não havia anunciado o tamanho do corte esperado. O governo não explicou ainda como isso será feito.

“(…) no primeiro trimestre desse ano [2017] haverá uma redução de mais da metade dos juros cobrados no cartão de crédito. Em duas hipóteses: a hipótese do juro do cartão, que é aquela coisa dos 30 dias, que é o chamado rotativo, onde haverá essa redução de mais da metade do que hoje se cobra. E em segundo lugar, 30 dias após –é isso que está sendo imaginado–, haverá um parcelamento daqueles que não pagaram, e esse parcelamento ainda receberá juros inferiores, menos da metade, quer dizer, menos da metade do que é cobrado no rotativo”, disse o presidente.

Temer também anunciou que o trabalhador poderá sacar todo o dinheiro que tem em contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). As contas inativas são aquelas que não recebem depósitos há pelo menos três anos.

 

 

Bolsa fecha em queda após duas altas; Vale tomba 5,18% e Petrobras cai 2,3%

 

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta quinta-feira (22) em queda de 0,68%, a 57.255,22 pontos, após duas altas seguidas. Na véspera, a Bovespa havia subido 0,11%.

Com isso, a Bolsa acumula baixa de 7,51% no mês. No ano, tem valorização acumulada de 32,08%.

A queda desta quinta-feira foi influenciada, principalmente, pelo desempenho negativo das ações da mineradora Vale, que despencaram 5,18%, da Petrobras (-2,3%), do Banco do Brasil e do Bradesco. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

Dólar cai 0,98%, a R$ 3,299

No mercado de câmbio, o dólar comercial fechou em queda de 0,98%, cotado a R$ 3,299 na venda. É a quarta baixa seguida da moeda norte-americana, que havia caído 0,35% na véspera.