Dourados orienta interessados em programas habitacionais sobre documentação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Com a finalidade de facilitar avida das pessoas que pretendem aderir aos programas de habitação popular, a Agehab (Agência de Habitação de Interesse Social) torna público toda a documentação necessária para inscrição em programas da casa própria.

O primeiro passo, o candidato precisa comprovar que reside há pelo menos dois anos em Dourados, o que pode se feito por meio do título de eleitor, carteira de vacinação, certidão de nascimento de filho, carteira de trabalho, entre outros.

Da lista de documentos constam comprovante de residência; RG (Carteira de Identidade); CPF; Título Eleitoral (de Dourados); Carteira de Trabalho (mesmo se estiver sem registro); comprovante de renda (holerite); extrato do INSS para quem recebe Auxílio Doença, BPC (Benefício de Prestação Continuada), aposentados e pensionistas; comprovante de Seguro Desemprego (para quem recebe); para solteiros ou conviventes, a certidão de nascimento; se casado, a certidão de casamento; se divorciado, a certidão com averbação; para viúvos, a certidão de casamento e a certidão de óbito; além da certidão de nascimento dos filhos menores de 18 anos. Pessoa com deficiência deve apresentar atestado médico com CID.

Se casado ou convivente, é necessário documentos do casal. E se casado/divorciado em cartório e houver alteração no nome precisa realizar atualização do CPF e do Título de Eleitor.

DÉFICIT HABITACIONAL

A Prefeitura de Dourados pleiteando junto ao IBGE (Instituto Brasileiro Geografia e Estatísticas) a revisão dos números de déficit habitacional no município, como forma de ampliar o limite de investimentos em programas voltados à construção de moradias populares em Dourados.