CCR MSVia recolheu R$ 29,4 milhões em ISS às cidades da BR-163/MS em 2016

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

 

Apesar da crise e das dificuldades enfrentadas pelo país, o volume de obras na BR-163/MS determinou novo recorde da CCR MSVia no recolhimento de impostos às prefeituras de cidades servidas pela rodovia: R$ 29,4 milhões. O valor é referente ao recolhimento aos cofres públicos municipais do ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza). Ele incide sobre obras e arrecadação de pedágio.

De acordo com a área de Relações Institucionais da CCR MSVia, desde que iniciou os serviços de recuperação da BR-163/MS, em abril de 2014, a Concessionária já recolheu às prefeituras um total de R$ 54,8 milhões (R$ 3,5 milhões em 2014, R$ 21,9 milhões em 2015 e R$ 29,4 milhões em 2016).

Com 845,4 quilômetros de extensão, a BR-163/MS liga longitudinalmente o Estado de Mato Grosso do Sul, indo da divisa com o Paraná, ao Sul (cidade de Mundo Novo), à divisa do Mato Grosso, ao Norte, (cidade de Sonora).

Ao todo, a rodovia serve diretamente a 21 municípios, entre eles a Capital, Campo Grande. Entre outras obras e serviços, a CCR MSVia já construiu mais de 110 quilômetros de duplicações, recuperou mais de 270 quilômetros de rodovia e realizou mais de 300 mil atendimentos pelo Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), com redução de mortos em acidentes na ordem de 30%.