Vendas no varejo em Mato Grosso do Sul registra pequena queda em março

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

As vendas do comércio varejista em Mato Grosso do Sul caíram 0,5% em março, no comparativo com fevereiro deste ano. Os dados divulgados nesta sexta-feira (7), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontam que no mesmo período outros 21 estados apresentaram quedas nas de vendas do setor.

Mesmo com o pequeno declínio em março, o varejo sul-mato-grossense tem apresentado ligeira melhora. No acumulado de 2021, foi registrado uma alta de 3,3% no volume comercializado. Na comparação dos últimos 12 meses houve um crescimento de 5,0% no volume total de vendas.

Nas vendas do setor varejista ampliado, que inclui carros, motos, peças e materiais de construção, o volume de registrado em março obteve alta de 0,4% em relação a fevereiro. No comparativo com março de 2020, o cenário também foi favorável, apontando um crescimento de 20,3%.

O gerente da PMC (Pesquisa Mensal de Comércio ), Cristiano Santos, explica como a pandemia de covid-19 e o comportamento da população impactou diretamente no recuo de vendas, principalmente no setor de móveis e eletrodomésticos.

“No primeiro momento, o setor teve um crescimento acentuado porque, estando em casa, as pessoas repuseram muita coisa tanto em móveis quanto em eletrodomésticos. Mas passada essa primeira fase, não há crescimentos tão expressivos assim. E, quando as vendas diminuem, o setor costuma fazer promoções. Então houve um aquecimento das vendas em fevereiro e essa queda em março”, justificou.