Dourados ativa novo sistema de parquímetro

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

A cobrança para estacionar através do sistema rotativo eletrônico implantado em Dourados para substituir o parquímetro, começou nesta segunda-feira (dia 14). Há pelo menos um mês, os usuários foram orientados por monitoras e receberam materiais informativos sobre o funcionamento do sistema.

O valor mínimo cobrado pela vaga é de R$ 1, que dá direito a meia hora de estacionamento. Depois disso, a cada meia hora é cobrado mais R$ 1. O condutor pode ficar no máximo por 2h na mesma vaga e se ultrapassar esse horário, recebe multa.

“Em praticamente todas as cidades do Brasil que possuem esse sistema, é cobrado no mínimo de hora em hora, mas em Dourados será de meia em meia hora, a pedido do prefeito Murilo para beneficiar os usuários”, explica o diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Ahmad Hassan Gebara, o ‘Mito’.

Pessoas com deficiência e idosos estão isentos da cobrança do sistema rotativo, desde que estacionem nas vagas designadas devidamente identificadas para este público. Para ter acesso ao benefício de isenção ainda é necessário que o beneficiário faça uma carteirinha na Agetran. Esta é gratuita e fica pronta em 24h. “Quem estacionar fora das vagas identificadas ou na vaga certa, mas sem a carteirinha, vai ser multado. Então todos devem fica atentos”, explica Mito. As vagas estão sendo readequadas para melhorar o acesso.

COBRANÇA COMEÇA PARA CARROS

Nesta primeira etapa a cobrança inicia somente para os carros. Houve a substituição do sistema de parquímetro pelo rotativo eletrônico nas 1.219 vagas já existentes. A partir de agora as vagas são identificadas por quatro números, que são diferentes em toda a extensão das vias contempladas pelo sistema.

Numa segunda etapa, prevista para iniciar em maio será iniciada a cobrança em 781 vagas para motocicletas. Estas vão pagar R$ 0,25 para cada meia hora. As vagas estão sendo identificadas e delimitadas para essa alteração. Já a terceira etapa da implantação do novo sistema contempla a ampliação deste para mais mil vagas de carros, contemplando outras regiões movimentadas de Dourados.

COMO FUNCIONA A COMPRA DE CRÉDITOS

Monitoras do sistema rotativo orientam sobre o serviço que começa na segunda-feira – A. Frota

A nova tecnologia adotada é moderna e virtual. O condutor poderá baixar na Play Store o aplicativo Exp Smart Parking, que é gratuito. Nele o motorista faz um cadastro pessoal e através do GPS do celular, o próprio sistema localiza a cidade em que ele está.

O condutor então poderá comprar créditos, no valor que lhe convém, e incluir na “conta” que ele criou no aplicativo. Essa aquisição é feita através do cartão de crédito. Ao parar no local disponível que gostaria de estacionar, basta entrar no aplicativo e digitar o número da vaga de quatro dígitos, a placa do carro que está utilizando no momento e o tempo que pretende ficar no local.

A partir da confirmação, o tempo começará a ser contado e terá um relógio disponível no aplicativo com contagem regressiva para que o condutor retire o veículo daquela vaga. Vale ressaltar que um mesmo carro, não pode ficar mais de duas horas na vaga, sujeito a aviso de irregularidade. Ao voltar a vaga, o condutor aciona o aplicativo novamente.

O procedimento de compra de créditos pode ser feito também pela web, através do sitewww.exparking.com.br. O cadastro é pessoal e um único deste pode ser usado tanto na web quanto no celular. O mesmo condutor ainda pode usar sua única conta para carros diferentes, basta alterar a placa no sistema ao estacionar e regularizar a vaga.

Também através da web e do aplicativo, o condutor consegue ter uma visão geral com uso de mapa de todas as vagas utilizadas e disponíveis naquele momento em qualquer área da cidade. Dessa forma, não precisa ficar “rodando” por várias vezes até encontrar estacionamento.

Aos que preferem o sistema pessoal de compra de créditos, esse também continua disponível. São 37 monitores do sistema que orientam usuários nas ruas, fazem a fiscalização e vendem créditos. Ao comprar, o condutor informa o número da placa do carro e da vaga. Pega o comprovante com o monitor e coloca no para brisa do veículo.

A partir do momento em que a vaga é registrada pelo aplicativo, web ou pelo monitor, a informação vai direto para o aplicativo utilizado pelos monitores que ficam nas ruas para controlar o uso correto das vagas, orientar e vender créditos. A mesma informação em tempo real ainda é disponibilizada à Agetran.

A Agetran e Exparking já estão cadastrando também empresas que serão pontos de vendas de créditos. As interessadas em fazer essa comercialização também podem procurar a EXP que fica na avenida Marcelino Pires, nº 2625-A, entre as ruas Toshinobu Katayama e Mato Grosso.

Mais informações sobre o funcionamento do sistema podem ser obtidas no site da Exparking www.exparking.com.br ou na Agetran, através dos telefones 3424-2005 ou 3428-2776. (Da Assessoria da Prefeitura).