Com entrada definida Ceasa de Dourados vai para licitação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

ceasa-ddos-definicao-entrada
Enelvo, Landmark, técnicos da Agraer e engenheiros da CCR MSVia reunidos na área da Ceasa. (Foto: Rubens Moreira Junior/Semafes).

A área já foi doada pela Prefeitura, está demarcada e todos os projetos e planilhas estão prontos. Mas faltava a definição da entrada, uma vez que a CCR vai construir um viaduto na intersecção na BR-163 com a BR-367 e Anel Viário Norte, que vai atingir a área da Ceasa. Porém, após conhecer o projeto da CCR se decidiu que a entrada será mesmo pela BR-163.Uma reunião na manhã desta terça-feira, dia 12, em Dourados, na área onde será construída a Ceasa (Central de Abastecimento de Alimentos) definiu os últimos detalhes para que a obra seja licitada. Participaram da reunião o diretor-presidente da Agraer, Enelvo Felini, e técnicos, o secretário de Agricultura Familiar e Economia Solidário de Dourados, Landmark Ferreira Rios, e engenheiros da CCR MSVia.

Enelvo disse a Landmark que o Estado já tem em caixa R$ 4,5 milhões para a obra. Com esse recurso pretende concluir toda a primeira fase e botar a central em funcionamento. O projeto segue na semana que vem à Agesul, que providenciará o edital de licitação. “O Enelvo nos disse que o governador [Reinaldo Azambuja] tem pressa em colocar a Ceasa em funcionamento”, diz o secretário.

Landmark diz ainda que Enelvo lhe informou que a procura é grande em Campo Grande para reservar espaços na Ceasa de Dourados. “É uma região muito grande; nossa central vai atender 40 municípios. Vai ser referência para uma região muito grande”, afirma.

A obra será feita em etapas. A primeira compreende um galpão de 18×90 metros, a ser destinado à agricultura familiar, um galpão de 22×90 metros a ser destinado a atacadistas (empresas que compram os hortifrutigranjeiros do produtor), área administrativa, banheiros e cercamento. Na segunda etapa será feito a pavimentação (provavelmente com bloquete) de toda a área, mais um galpão para atacadista e outro galpão para caixarias. Haverá ainda espaço reservado para uma praça de alimentação.

A área onde será construída a Ceasa foi doada pela Prefeitura. Tem 41.229,40 m² (4,12 hectares) e está localizada estrategicamente na BR-163, ao lado da BR-376, e no início do anel viário norte. A BR-163 é o principal corredor rodoviário do Brasil, cortando o país de norte a sul. A BR-376 dá acesso ao leste, São Paulo e Paraná e o anel viário permite acesso à região oeste do Estado e ao Paraguai. O investimento da Prefeitura foi de R$ 742.129,20.