Produção de grãos deve chegar a 22,2 milhões de toneladas em MS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Mato Grosso do Sul terá produção de grãos 8,5% maior em 2021, conforme dados divulgados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em seu oitavo levantamento da safra de grãos. 

De acordo com os dados, a produção está estimada em 22,28 milhões de toneladas na safra 2020/2021, 1,7 milhão a mais no comparativo com o desempenho da safra 2019/2020, de 20,54 milhões de toneladas.  

O Estado também deve registrar aumento na área semeada, a estimativa é de que sejam cultivados 5,41 milhões de hectares, ou o equivalente a uma variação positiva de 7,7% em comparação à safra anterior, quando foram registrados 5,02 milhões de hectares em Mato Grosso do Sul.

A produtividade por hectare também deve aumentar, segundo a Conab. No ciclo passado, o Estado produziu 4,085 kg por hectare, na safra atual a estimativa é de 4,401 kg / ha.

Já a produção nacional de grãos está estimada em 271,7 milhões de toneladas, aumento de 5,7% ou 14,7 milhões de toneladas superiores ao produzido em 2019/2020. A posição histórica deve-se à produção recorde da soja e aumento estimado do milho total.  

A Conab prevê também o crescimento de 4,1% na área plantada. Acréscimo de 2,7 milhões de hectares, para um total de 68,6 milhões de hectares utilizados para a produção que tem como destaque a soja (aumento de 4,2%) e o aumento (aumento de 8,8%).

“A situação das culturas de primeira safra está no encerramento da colheita. Enquanto o milho segunda safra, em face do atraso na semeadura, mas com um porcentual significativo de desenvolvimento, a cultura dependerá das condições climáticas ”, detalha a Conab.