Parceria que vai beneficiar 120 produtores da agricultura familiar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

Vice-prefeito assinou termo juntamente com secretário de Agricultura Familiar, presidente do Sindicato Rural e presidente da Famasul. (Foto: Luiz Radai).
Vice-prefeito assinou termo juntamente com secretário de Agricultura Familiar, presidente do Sindicato Rural e presidente da Famasul. (Foto: Luiz Radai).

A Prefeitura de Dourados, através da Secretaria Municipal de Agricultura Familiar e Economia Solidária, assinou um termo de cooperação com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) que vai beneficiar 120 produtores rurais da agricultura familiar de Dourados com cooperação de técnicos para aumento da produtividade.

Na manhã desta quinta-feira, na área de campo do Parque de Exposições, o vice-prefeito Marisvaldo Zeuli e o secretário de Agricultura Familiar e Economia Solidária Landmark Ferreira Rios, assinaram o documento que trará suporte a 70 produtores de leite e 50 de hortifrúti no município de Dourados. Também participaram o presidente do Sindicato Rural, Lucio Damalia e o presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, além de representantes do Senar e Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural).

O vice-prefeito, Marisvaldo Zeuli, falou sobre o trabalho em prol do fomento à agricultura como um todo, em especial ao pequeno produtor. “Temos trabalhado e entendemos as dificuldades do produtor rural. Esta parceria com o Senar oportuniza o conhecimento ao pequeno produtor. A Prefeitura está à disposição”, disse Marisvaldo.

O secretário Landmark Ferreira Rios ressaltou que a parceria não tem custos para a Prefeitura de Dourados e que em breve ocorrerá a chamada pública para a seleção dos produtores contemplados. “É um avanço importante para atender e acompanhar o pequeno produtor rural de forma que se melhore a genética de animais, aumente a produtividade e traga benefícios à sociedade”, disse.

A assinatura celebrou também, além da preocupação com o aumento da produtividade, o rompimento de uma separação entre pequeno e grande produtor.

O presidente do Sindicato Rural de Dourados, Lucio Damalia, falou sobre esta comparação. “Isto não existe mais. Hoje em dia temos como meta a busca por conhecimento e quem não o tem, está fora. Por isso temos que fomentar ações como esta”, disse.

O presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Mauricio Saito, falou sobre o objetivos da produção rural, que coloca pequeno e grande produtor juntos. “Hoje temos quem é eficiente e quem não é na produção. Todos têm a parcela de contribuição e este tipo de parceria, que leva o conhecimento, agrega muito ao campo e reflete na cidade. A população quer preço baixo dos produtos e isso se conquista com produtividade”, disse.

E este é um dos benefícios que a Secretaria de Agricultura Familiar enumera com o firmamento das parcerias. A busca pela melhoria na produção que acarreta prática de preços baixos. “Com uma produção melhor e maior, o preço baixa. E a população da cidade também agradece. É com este olhar que desenvolvemos estas parcerias”, disse Landmark, lembrando que ao poder público também compete ajudar no direcionamento de novas parcerias para a venda da produção.

Hoje a Prefeitura de Dourados tem parceria com os programas Mais Leite, em âmbito nacional, com o Senar, e Leite Forte, em âmbito estadual com a Agraer.