Estradas de assentamento com 151 produtores são recuperadas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

estradas-lagoagrande-190416 (2)
Assentamento, o maior de Dourados, reúne 151 pequenos produtores. (Foto: Divulgação).

A Prefeitura está realizando um trabalho de recuperação das estradas do interior do Assentamento Lagoa Grande, o maior de Dourados, localizado no distrito de Itahum. São 40 quilômetros que dão acesso a 151 pequenas propriedades rurais, que produzem leite, carne, cereais, frutas e verduras.

A ação faz parte da força tarefa do prefeito Murilo para recuperar as estradas de Dourados, muita afetas por um período de cinco meses de chuvas intensas, registrando recordes históricos de precipitação pluviométrica. A recuperação das estradas é um trabalho de parceria através das secretarias de Infraestrutura e Desenvolvimento e Agricultura Familiar e Economia Solidária.

No Lagoa Grande, assentamento que tem uma área de 4.111 hectares, o trabalho consiste no patrolamento dos trechos que estão em melhor condição, patrolamento e cascalhamento de trechos mais esburacos e recuperação completa das áreas críticas.

De acordo com o engenheiro civil Ademar Fernandes de Souza, superintendente de Infra-Estrutura e Urbanismo da Secretaria de Infraestrutura e Desenvolvimento, nos locais onde o lençol freático é mais próximo está sendo feito o envaletamento para o desvio das águas das minas.

Assim que leito da estrada ficar seco é feito o levantamento do aterro da estrada, cascalhamento e nivelamento. No trabalho estão sendo empregados motoniveladoras, pá carregadeira, envaletadeira e caminhões.

O engenheiro explica que em alguns pontos o trabalho completo vai demorar em torno de 40 dias. Ele pede para que os moradores tenham paciência, uma vez que um trabalho bem feito, para resolver o problema, requer mais tempo já que o lençol freático continua próximo da superfície em Dourados por conta do grande período de chuvas. Dessa forma continua minando água em vários locais.

Landimark Ferreira Rios, secretário da Semafes (Secretaria de Agricultura Familiar e Economia Solidária) destaca a importância do assentamento na produção de alimentos para a mesa da família douradense. “O prefeito Murilo tem o maior zelo com a produção no campo e através da Semafes e do setor de obras tem investido muito para dar a melhor condição ao produtor; o Lagoa Grande está recebendo um serviço de qualidade”, afirma o secretário. (Da Assessoria da Prefeitura).