Dourados deve ser o 1º de MS a aderir ao Sisb

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Dourados recebeu a visita da médica veterinária da SFA (Superintendência Federal da Agricultura) do Ministério da Agricultura em Mato Grosso do Sul, Inês Castro da Costa Almeida, para a realização de uma vistoria na estrutura que vem sendo implantada pela prefeitura para adesão ao Sisbi (Sistema Brasileiro de Inspeção) de Produtos de Origem Animal. Com a conquista deste, os produtos douradenses poderão ser comercializado em outras cidades do Estado e país.

Médica Veterinária da SFA/MS recebeu a cópia da legislação municipal do secretário Landmark, durante a 12ª Festa do Peixe
Médica Veterinária da SFA/MS recebeu a cópia da legislação municipal do secretário Landmark, durante a 12ª Festa do Peixe

Inês veio ao município na quarta (23) e quinta-feira (24) verificar tudo o que foi feito pelo município para se adequar às regras necessárias para o Sisbi. A ela foi apresentado o projeto de lei encaminhado pelo executivo em 2015 para a Câmara Municipal de Dourados relacionado ao SIMD (Serviço de Inspeção Municipal). Além disso, a médica vistoriou toda a estrutura implantada que vai desde mobiliário, até capacitação dos responsáveis técnicos que vão atuar no serviço e na fiscalização. Também visitou algumas empresas.

“Eu observei uma grande evolução de 2013 para cá, o serviço avançou bastante na estruturação, desde a capacitação dos técnicos que tem participado ao longo dos últimos anos de todos os treinamentos que o ministério ofereceu, até a sensibilização dos gestores para que o serviço tome forma, com estrutura física, compra de equipamentos, mobiliário para que esses técnicos possam trabalhar”, afirmou a médica veterinária.

A representante do Ministério, ainda afirmou que a expectativa do órgão é de que Dourados seja o primeiro município de Mato Grosso do Sul a aderir ao Sisbi de forma individual. Atualmente só existe um consórcio de municípios do Estado que tem adesão. “A gente entende que Dourados está no caminho certo, com o apoio dos gestores e com a sensibilização dos industriais em acatar e cumprir as exigências”, relatou.

Após a adequação para atender a todos os requisitos do Sisbi, o serviço de inspeção em Dourados será habilitado. Com isso, as empresas que atenderem às exigências poderão receber o selo do Sisbi e, por conseqüência poderão vender seus produtos para outras cidades do Estado e do país. “Nós estamos fazendo todas as adequações necessárias, de todos os nossos técnicos para isso se torne realidade em nosso município”, afirmou o secretário de Agricultura Familiar e Economia Solidária, Landmak Rios.

Uma das primeiras estruturações realizadas foi a transferência do serviço de inspeção municipal da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, para a de Agricultura Familiar e Economia Solidária, justamente para atender às normativas federais de implantação do Sisbi. Dessa forma, há um trabalho conjunto das pastas para adequação dos serviços.

A secretária de Desenvolvimento, Elizabeth Salomão, lembrou que o prefeito Murilo dá todo o suporte para que todas as adequações e transições sejam feitas nessa reestruturação, entendendo o ganho que isso vai proporcionar para o município. “Nós temos ótimos produtos que fazem diferença em nosso Estado, e a partir do Sisb eles poderão ser comercializados com selo para outras cidades, promovendo um incremento para a economia, gerando emprego e renda”, relata Elizabeth. Ela lembra que o serviço atinge vários produtos de origem animal, incluindo produção de mel, laticínios, carne, entre outros.