De olho em R$ 120 mi, Dourados abre a 52ª Expoagro

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

Expoagro começa nesta sexta-feira e segue até o próximo dia 24 (Foto: Arquivo)
Expoagro começa nesta sexta-feira e segue até o próximo dia 24 (Foto: Arquivo)

Henrique de Matos

O Sindicato Rural de Dourados abre nesta sexta-feira (13) a 52ª Expoagro com dois claros objetivos: atrair o maior público da história da maior feira agropecuária do interior de MS e bater recorde em volume de vendas e negócios. No ano passado, conforme números divulgados pelo Sindicato Rural, a Expoagro atraiu um público superior a 70 mil pessoas e movimentou aproximadamente de R$ 100 milhões em negócios.

A expectativa é de que na edição deste ano a feira receba um público recorde e atinja a marca de R$ 125 milhões em negócios. A Expoagro também movimenta outros setores da economia no município, como hotéis e restaurantes que abrigam os visitantes, expositores e investidores atraídos pela feira. “Temos a informação de que no período da Expoagro às vendas no shopping, em média, crescem em 30%. Também há um crescimento considerável no movimento nos hotéis e restaurantes devido ao grande número de pessoas que vêm de outras cidades e Estados para participar da Expoagro”, enfatiza o presidente do Sindicato Rural de Dourados Lúcio Damalia.

A feira segue até o dia 24 de maio no parque de exposições João Humberto de Carvalho. Apesar de toda a cautela quando o assunto em questão é projeção de faturamento em negócios e estimativa de público, Damália não esconde que a expectativa é de se fazer neste ano a maior e melhor Expoagro que Dourados e região já viu. “Sabemos que é muito para projetar o que a Expoagro tem a oferecer em faturamento e público, já que há fatores que podem influenciar esses resultados, como uma geada que afetaria o milho safrinha ou até mesmo a chuva em dias de show. No entanto, a expectativa é sim positiva e trabalhamos para fazer a maior e melhor Expoagro que Dourados e região já viu”, enfatizou.

Para justificar todo o otimismo, o presidente do Sindicato Rural de Dourados lembra que a Expoagro tomou dimensões nunca imaginada há alguns anos e que atualmente às vendas e movimentações financeiras de eventos e leilões da feira já faz frente ao que se vê na Expogrande, em Campo Grande, que é considerada a maior feira do agronegócio do Estado. “O agronegócio é uma importante matriz econômica na região da Grande Dourados e, mesmo diante de uma crise política e moral, o setor continua investindo em tecnologia e diferenciais de manejo e produção. O resultado da soja poderia ter sido melhor, mas pelo preço e pela média de produção ainda foi possível se manter uma competitividade. Essas conjunturas, nos faz acreditar que o setor vai manter o nível de investimentos e que a Expoagro vai atingir um volume considerável em negócios e movimentações financeiras”, disse Lúcio Damália.

SHOWS

A grade de shows desta edição da feira começa já no dia da feira com a dupla sul-mato-grossense Jads e Jadson, que em Dourados vão apresentar os grandes sucessos do novo álbum, ”Diamante Bruto”, lançado no início de fevereiro. Já no sábado dia 14, a dupla Matheus e Kauan, considerada uma das grandes sensações do sertanejo no momento, sobe ao palco da Expoagro.

Na quarta-feira, dia 18, a Expoagro vai receber o show da dupla de maior sucesso no país na atualidade. Jorge & Matheus vem a Dourados depois de dois anos para apresentar os grandes sucessos do novo trabalho da dupla, que inclui um repertório romântico e contagiante incluindo “Os Anjos Cantam”, “Ou soma ou some” e “Eu Sosseguei”. Essas canções estão entre as mais tocadas nas rádios de todo o Brasil. É o show mais esperado do ano e deve atrair gente de toda a região de Dourados. A Expoagro ainda terá os shows de Jota Quest, Anitta, Israel Novaes, Leo e Daniel Freitas e Simone e Simaria.

A feira do agronegócio vai contar ainda com a programação tradicional, como leilões, julgamentos de raças, além dos eventos voltados a discussão de temas pertinente as mais diversas vertentes do setor agrícola na região, além de eventos culturais que atraem as famílias para passear pelos estandes e lanchonetes. Outra vertente importante é a oportunidade para transferência de tecnologias, com efeito mercadológico eficiente.