Divergência atrasa subgrupamento de Bombeiros em Bonito

Divergência atrasa subgrupamento de Bombeiros em Bonito

 

corpo de bombeiros-area-escolhida

Corpo de Bombeiros escolheu área no Jardim Andreia, mas Câmara diverge e quer oferecer outra opção. (Foto: divulgação).

Dênes de Azevedo

Entre infraestrutura e aquisições de equipamentos a unidade dos Bombeiros de bonito deve custar R$ 8 milhões.

O governador Reinaldo Azambuja afirmou no dia 4, durante cerimônia de lançamento da internet 3G, que já tem os recursos para a construção da sede do subgrupamento do Corpo de Bombeiros de Bonito. Apenas espera a definição do local. Sobre isso há um impasse entre Prefeitura e Câmara de Vereadores.

A Prefeitura ofereceu três opções ao Comando Geral dos Bombeiros. A escolhida está localizada no Jardim Andréia, na rodovia Bonito/Jardim, na entrada da cidade, em frente à Rádio Bonito FM, com 3.298,38 m². A área tem 61,641 metros de frente para a rodovia.

O imóvel foi escolhido pelo comandante geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Esli Ricardo de Lima, por conta da localização estratégica, favorecendo o deslocamento rápido para atender ocorrência em qualquer ponto do munícipio.

O projeto de lei que autoriza a Prefeitura doar a área tramita foi para a Câmara de Vereadores da cidade, mas esbarra na boa vontade dos vereadores, que não demonstram interesse na proposta do prefeito.

Ao contrário, o presidente Câmara, João Ligeiro, disse ao BonitoNet que negocia outra área para o Corpo de Bombeiros, distante 200 metros daquela objeto do projeto de lei, no Jardim Tarumã.

A área defendida pela Câmara estaria sendo oferecida ao município como pagamento de débitos com a fazenda pública na ordem de R$ 600 mil e teria 20 mil m², sendo seis vezes maior que a área do Jardim Andréia. Com isso, comportaria além dos Bombeiros, uma quadra poliesportiva e uma prédio para a Polícia Militar Florestal e Projeto Florestinha.

Outra opção apresentada pela Câmara seria parte da área da garagem da Prefeitura, que já é do governo do Estado, adquirida pela Prefeitura e que vem sendo paga parceladamente. Essa área fica na região do Rincão Bonito, que agrega nove bairros.

Enquanto acontece o jogo de interesses entre Prefeitura e Câmara o município pode até perder a unidade dos Bombeiros, como já adiantou o governador.

A meta do Governo do Estado é instalar um subgrupamento do Corpo de Bombeiros em Bonito, principal destino turístico de Mato Grosso do Sul, até o final do ano. Hoje, a cidade é atendida pelo 2º Subgrupamento de Bombeiros Militar de Jardim, que também é responsável pelas cidades de Guia Lopes da Laguna, Nioaque e Bela Vista.

O Subgrupamento de Jardim instalou a 3ª Seção de Bombeiros no aeroporto de Bonito. Os bombeiros dão segurança às aeronaves que operam na cidade, mas só podem atender ocorrências a até 8 quilômetros de distancia da sede. Fica na Rodovia MS 178 a 13 km do centro da cidade.

O Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul estabeleceu como prioridade para este ano a instalação do subgrupamento de Bonito. A unidade deve operar com uma viatura ABT (Auto Bomba Tanque) para combate a incêndio, uma viatura ABS (Auto Busca e Salvamento) e uma UR (Unidade de Resgate).

Entre infraestrutura e aquisições de equipamentos a unidade dos Bombeiros de bonito deve custar R$ 8 milhões.

Um subgrupamento é comandado por um capitão. O efetivo, segundo o governador, já está definido e será formado por 36 bombeiros, parte deles recém-formados e já aguardando para serem destinados a Bonito. São empregos que ajudarão a movimentar a econômica da cidade.