GUARDA JÁ OPERA NOVOS EQUIPAMENTOS DE COMUNICAÇÃO

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

 

A GMD (Guarda Municipal de Dourados) já opera um moderno sistema digital de comunicações, implantado em parceria com a 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada do Exército, que tem sede em Dourados, e fazendo parte do Sistema Nacional de Comunicações Críticas. Graças ao esforço do prefeito Murilo, da diretoria da Guarda Municipal e do Exército, Dourados é uma das primeiras cidades do Brasil a integrar o programa. Com isso, a Guarda Municipal já recebeu e opera 10 rádios base, instalados na central e em viaturas, 26 rádios portáteis (tipo HT) e ainda todo o sistema de software necessário para a gestão do sistema no Cecom (Centro de Comunicação e Monitoramento) da Guarda.

De acordo com o comandante da Guarda, João Vicente Chencarek, os equipamentos já foram instalados por técnicos da 14ª Cia Com Mec (Companhia de Comunicações Mecanizada) de Dourados. Essa mesma Organização Militar fará a manutenção dos equipamentos.

Vicente explica que a integração dos equipamentos será feita pelo sistema de antenas da 4ª Brigada, que cobre a cidade de Dourados. “É um sistema de comunicações inúmeras vezes superior ao que tínhamos; opera por um moderno sistema de comunicações militares, que permite a aplicação de uma série de interfaces”, explica o comandante.

O ganho em termos de resposta ao atendimento é muito grande, segundo Vicente, uma vez que todo o sistema é digital, não havendo perda na comunicação. “Com a melhoria do serviço a comunidade ganha obtendo resposta mais rápida no momento em que aciona a Guarda”, acrescenta.

“Como a Guarda Municipal está muito organizada em termos de documentação, organização e estrutura, encaminhamos a proposta e somando-se à determinação do prefeito Murilo, do Comando da Brigada e do Comando da 14ª Cia Com Mec, conseguimos a parceria, que é muito importante para Dourados”, afirma Vicente.

O trabalho começou na gestão do General Rui Yutaka Matsuda na Brigada e persistiu com o General Lourenço William da Silva Ribeiro Pinho, atual comandante. O comandante da 14ª Cia Com Mec é o Major Plácido Garcia Travassos dos Santos. “A boa relação existente entre a Guarda e o Exército também foi fundamental para o fechamento da parceria”, diz Vicente.

Vicente, comandante da Guarda e inspetor Catelan, durante recebimento dos rádios. (Foto: A. Frota).
Vicente, comandante da Guarda e inspetor Catelan, durante recebimento dos rádios do major Travassos, comandante da 14ª Cia Com Mec . (Foto: A. Frota).

O sistema de comunicações da Guarda Municipal também está mais eficiente a partir da operação do Cecom (Centro de Comunicação e Monitoramento), que fica no Comando da Guarda, e já está em funcionamento.

Do Cecom é feita a coordenação e gestão de todo o sistema de comunicações da Guarda e também o monitoramento da cidade pelo sistema de câmeras instaladas em locais de grande fluxo de pessoas e patrimônios públicos. Hoje a Guarda tem 13 câmeras em operação, mas o projeto é para 70, com possibilidade de extensão para mais câmeras. Parte, 20 delas, virão do projeto “Craque; é possível vencer”, em parceria com o Governo Federal. O sistema da Guarda também será integrado com as câmeras de vídeo monitoramento urbano que o Governo do Estado tem em Dourados, desta forma tanto o município como o Estado terão acesso às  imagens do CECOM,  aumentando ainda mais a sua abrangência no controle e apoio a segurança pública.

Hoje, segundo Vicente, em termos de estrutura, legislação e atribuições a Guarda Municipal de Dourados se destaca a nível nacional. “Quando foi publicada a Lei 13.022/14, que regulamenta as guardas municipais do país, a gente já estava bem avançado e tivemos que fazer poucas adaptações”, lembra. “Temos também um ótimo plano de cargos e carreiras; com o concurso realizado pela atual administração teremos um aumento do nosso efetivo podendo desta maneira melhorar nossa abrangência, proporcionando mais segurança a nossa população douradense”.