RENATO DESTINA R$ 17,2 MILHÕES AOS SERVIDORES DA UEMS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

uems-aprovacao-emendas-201216-foto-toninho-souza
Deputado Renato Câmara apresentou emendas que garantem benefícios funcionais aos técnicos administrativos e professores da Uems. (Foto: Toninho Souza).

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul aprovou na sessão ordinária desta terça-feira, dia 20, em primeira votação, o projeto de lei orçamentário que estima a receita e fixa a despesa do Estado para 2017. Foram acatadas pelos deputados 427 emendas à peça orçamentária, entre elas, duas emendas aditivas de autoria do deputado estadual Renato Câmara (PMDB) que preveem como meta a destinação de R$ 17,2 milhões em benefícios aos técnicos administrativos e professores da Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul). A proposta segue para segunda votação nesta quarta-feira.

Na emenda de Nº 419, o deputado sugere ao Governo do Estado a destinação de R$ 12 milhões em 2017 para reposição salarial dos técnicos administrativos da universidade. Já através da emenda Nº 141, Renato Câmara acrescenta como meta ao Orçamento do Estado no próximo ano o repasse de R$ 5,2 milhões para custear a progressão funcional dos professores do ensino superior de nível V (Professor Associado) da Uems.

As emendas aditivas são aquelas que modificam ou acrescentam metas à Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO). Na prática, elas possibilitam aos deputados a indicação de propostas para investimentos prioritários em diversos setores. No entanto, a dotação ou não de recursos para o cumprimento destas metas são de responsabilidade do Poder Executivo.

As duas solicitações apresentadas pelo peemedebista visam garantir benefícios funcionais aos servidores da Uems, além de corrigir o problema da defasagem salarial, recorrente nos últimos anos em razão do contingenciamento dos recursos repassados anualmente à universidade.

Conforme Renato Câmara, que pelo segundo ano consecutivo exerce a função de relator do Orçamento do Estado, as duas emendas de meta vão possibilitar a ampliação do debate entre servidores da Uems e Estado sobre a necessidade de investimentos em benefícios funcionais aos técnicos administrativos e ao corpo docente. “Sabemos das dificuldades orçamentárias do Estado e estamos cientes que o ano de 2017 será de grandes desafios na busca pelo equilíbrio fiscal, sem abrir mão dos investimentos. No entanto, é preciso reconhecer o belo trabalho realizado pelos servidores da Uems e a necessidade de valorização dos técnicos administrativos e do corpo docente, que há anos enfrentam dificuldades devido à insuficiência de recursos na universidade. Acredito que a apresentação das emendas é uma oportunidade importante passo para construímos de forma conjunta uma proposta que atenda a necessidade dos servidores”, destacou Renato Câmara.

Presente na sessão da Assembleia, o reitor da Uems Fábio Edir dos Santos Costa enalteceu o trabalho de Renato Câmara em favor dos servidores da universidade. “Só temos a agradecer ao deputado Renato Câmara por essas emendas ao orçamento que nos possibilitam pleitear benefícios aos nossos servidores. O deputado é um parceiro da Uems de longa data, sempre demonstrando reconhecimento ao trabalho desenvolvido pela universidade e valorizando nossos servidores. Acredito que com a aprovação das emendas teremos mais força para dialogar e avançar nas discussões com o Executivo na busca destas melhorias funcionais sonhadas pelos nossos servidores”, finalizou o reitor.