DOURADOS VAI ‘TORRAR’ R$ 25 MIL COM PICOLÉS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

Prefeitura de Dourados vai investir mais de R$ 25 mil para a compra de picolés e sorvetes neste final de ano. (Foto: Arquivo).
Prefeitura de Dourados vai investir mais de R$ 25 mil para a compra de picolés e sorvetes neste final de ano. (Foto: Arquivo).

 

 

O arrocho financeiro enfrentado por grande parte dos municípios de Mato Grosso do Sul parece passar bem longe de Dourados. Após enfrentar um período de atraso salarial e escalonamento da folha de pagamento dos servidores, a Prefeitura de Dourados resolveu assumir despesas extras neste final de ano para tentar ‘refrescar’ sua imagem junto aos usuários dos projetos sociais do município.

Prova disto é o extrato do contrato, publicado na edição de terça-feira do Diário Oficial do Município (30), firmado entre a Prefeitura de Dourados e a empresa Comércio e Indústria de Produtos Alimentícios RS Ltda. O termo, vigente até 31 de dezembro deste ano, tem como objeto a compra de produtos para sorvetes e picolés para atender a Secretaria de Assistência Social de Dourados. Para tal, a prefeitura está investindo R$ 25.103,60.

Para se ter uma dimensão do contrato feito pela prefeitura, a reportagem resolveu pesquisar os valores médios praticados pelas sorveterias de Dourados. No caso do picolé, onde boa parte dos estabelecimentos comercializa a unidade a R$ 0,60, o contrato firmado pela gestão da prefeita Délia Razuk (PR) seria suficiente para a compra de 42 mil picolés de fruta. Já no caso do sorvete, as empresas estabelecidas no município vendem por R$ 45, em média, os potes com 10 litros do produto. Neste caso, os mais de R$ 25 mil que serão pagos pela prefeitura seriam suficientes para bancar a compra de 5.600 litros de sorvete.