Para atender setor hoteleiro, Câmara solicitará prorrogação do prazo para o pagamento do IPTU

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print
Presidente da Câmara Laudir Munaretto recebeu empresários para debater as demandas do setor hoteleiro de Dourados

Abrindo o espaço “Café com o presidente”, o presidente da
Câmara Municipal de Dourados Laudir Munaretto (MDB) recebeu na manhã desta quarta-feira (20) os representantes do setor hoteleiro do município. No encontro, os empresários fizeram um relato da realidade enfrentada pelos hotéis e pousadas de Dourados desde o início da pandemia e apresentaram uma lista de demandas e reivindicações para serem encaminhadas pelo Legislativo ao prefeito Alan Guedes (PP). Participaram da reunião os empresários Celso Róss (Ellus Hotel), Paulo Teló (Hotel Bahamas) e Giancarlos Teló (Dourados Center Hotel).

Entre as principais propostas apresentada ao presidente da Câmara está a prorrogação do prazo para o pagamento a vista do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) 2021. Atualmente, o prazo para pagamento a vista do imposto, que concede descontos que variam de 10% a 20%, vence no próximo dia 10 de fevereiro. A reivindicação dos empresários é de que o prazo para o pagamento a vista seja estendido até o final de abril. Os empresários também solicitaram o aumento do prazo para o pagamento parcelado do IPTU 2021, ampliando de 10 para 12 parcelas, sem a incidência de juros.

Conforme Laudir Munaretto, às reivindicações apresentadas pelos empresários do setor são extremamente pertinentes e serão encaminhadas com urgência ao Poder Executivo. O presidente da Câmara lembra que a rede hoteleira está entre os setores que mais sentiram os efeitos da crise econômica provocados pelo coronavírus. Com a redução da capacidade de hospedagem, os estabelecimento do setor tiveram que se adaptar ao período de pandemia para sobreviver em meio às perdas de arrecadação em 2020.

“O setor hoteleiro foi brutalmente impactado pela pandemia, já que houve a paralisação quase que total da cadeia de eventos no município, além da redução de 70% da capacidade de acomodações em virtude do protocolo sanitário em Dourados. As propostas dos empresários do setor são viáveis, pois não pleiteiam nenhum tipo de isenção fiscal ao município. Diante disto, a Câmara vai levar essas demandas ao prefeito Alan Guedes e esperamos que o Executivo seja sensível diante das necessidades do setor”, destacou Laudir Munaretto.

CAFÉ COM O PRESIDENTE

O encontro com os empresários da rede hoteleira de Dourados abriu o espaço “Café com o presidente”. Semanalmente, o presidente do Legislativo pretende receber representantes do setor produtivo e membros da sociedade organizada para debater e encaminhar demandas que impactam diretamente no processo de desenvolvimento de Dourados. “A Câmara de Dourados é parceira do setor produtivo e vai atuar de forma contundente para contribuir com o desenvolvimento econômico e social do município. Esse será um espaço para debatermos ideias e propostas que possam estimular a atividade econômica e a geração de empregos”, explicou.