R$ 2,7 BILHÕES EM LOGÍSTICA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

logistica

 

O Governo do Estado prepara um pacote de investimentos em infraestrutura de aproximadamente R$ 2,7 bilhões para melhorar a logística de Mato Grosso do Sul. O anúncio do investimento foi feito pelo governador Reinaldo Azambuja nesta quarta-feira (20), durante a abertura do Circuito InterCorte em Campo Grande – evento itinerante que debate a cadeia produtiva da carne nos principais polos de produção pecuária do Brasil. Jaime Verruck, secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, acompanhou o governador durante a cerimônia que aconteceu no Centro de Convenções Albano Franco.

Segundo o governador, o programa será lançado nas próximas semanas. Ele adiantou que a intenção é fortalecer os ramais rodoviários, hidroviários e ferroviários de Mato Grosso do Sul. “Vamos melhorar nossa logística para aumentar muito a competitividade dos nossos setores produtivos”, falou.

Durante a abertura do Circuito InterCorte em Campo Grande, Reinaldo ainda salientou ações do Governo do Estado que impactam de forma positiva a produção agropecuária sul-mato-grossense. Entre elas o lançamento do Programa Terra Boa, que promove a recuperação de pastagens degradadas para a produção, e a adesão do Estado ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi), que dá a possibilidade de produtos de Mato Grosso do Sul serem comercializados em todo o País.

Sobre o InterCorte, Reinaldo falou  da importância do evento que debate a cadeia produtiva da carne de ponta a ponta, “fortalecendo o elo do Brasil real, da pecuária, que tem se desenvolvido e feito a economia do País crescer, diferente de outros setores”.

Para o titular da Semade, os três eventos que acontecem paralelamente – InterCorte (conjunto de seminários para discutir o mercado), Beef Week (para fortalecer os pequenos negócios no âmbito do PROPEQ) e pecuária sustentável, contribuem para o adensamento da cadeia produtiva da carne do estado. “O projeto da pecuária Carbono Neutro se propõe a mostrar que o estado tem condições de oferecer carne de qualidade.  Quando olhamos para o mercado exportador, que possui  grandes nichos, MS caminha para o específico da carne de sustentável – hoje esse é o caminho estratégico de Mato Grosso do Sul”, destacou.