Semana do MEI atendeu a mais de 3 mil pessoas em todo o Estado

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print
semana-d-mei-Afranio_Pissini_-_Sebrae_MS
Participação do público supera em 85% expectativa inicial da organização. (Afranio Pissini/Sebrae-MS).

Durante a Semana do MEI, evento direcionado à formalização, capacitação e orientação de microempreendedores individuais em todo o estado, o Sebrae/MS atendeu a 3.149 pessoas durante ações gratuitas realizadas em 21 municípios do estado no período de 02 a 06 deste mês. O número supera em 85% a expectativa que a instituição de apoio aos pequenos negócios tinha antes do início da inciativa.

Do total de pessoas atendidas, 1.210 são empresários em atividade, que já possuem CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas). O superintendente do Sebrae em MS, Cláudio Mendonça, agradeceu aos parceiros que apoiaram no atendimento ao público. “Esses resultados mostram a crescente procura por informações por parte do microempreendedor individual e daqueles que, neste momento de crise, não conseguem encontrar vagas no mercado de trabalho”, afirma.

Mato Grosso do Sul fechou o mês de abril com mais de 85 mil microempreendedores individuais em atividade; 42% atuando em Campo Grande. No mesmo período do ano passado, 74 mil MEIs exerciam atividades no estado, sendo 31 mil na capital. Mas, de acordo com o Sebrae, um dado que preocupa é a inadimplência: 60% de quem está formalizado não paga em dia; média nacional também verificada em MS.

Desenvolvimento econômico

Segundo o de secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente (Semade), Jaime Verruck, o Governo de Mato Grosso do Sul considera a Semana do MEI fundamental. Além de orientar quem perdeu o emprego e precisa de ajuda no planejamento, a ação auxilia aqueles que já desempenham a atividade de MEI, porém não formalizaram a abertura do próprio negócio ou não regularizaram a contribuição mensal.

“O MEI foi um grande avanço na legislação brasileira. A formalização é fundamental no processo de desenvolvimento econômico, mas, para isso, é preciso que o MEI mantenha em dia sua regularização fiscal. Com ela, pode prestar serviço a qualquer empresa, inclusive para o setor público por meio de licitações; além de ter acesso aos benefícios previstos”, destaca Verruck.

O Sebrae/MS continua com os atendimentos em sua sede na Capital, dos escritórios regionais localizados nos municípios de Bonito, Coxim, Dourados, Naviraí e Três Lagoas; e do Posto Avançado em Corumbá.