Dourados ganha mais de 1.500 empresas em um ano

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

 

Dourados-marcelino-pires-2016
O crescimento econômico acontece em todas as áreas. Cidade se moderniza e ganha equipamentos de grandes cidades. (Foto: A. Frota).

Em plena crise econômica no Brasil o município de Dourados continua crescendo. De acordo com estatística da Jucems (Junta Comercial de MS) Dourados ganhou 1.579 empresas no período de um ano. Em 6 de abril do ano passado eram 15.701 empresas e no dia 6 de abril deste ano a cidade já tinha 17.280 micro, pequenas, médias e grandes empresas ativas. O crescimento é de 10% em 12 meses.

“Nossa cidade está organizada e mesmo nesse período difícil porque passa o nosso país aqui em Dourados há um clima de otimismo. Os negócios acontecem, se abre empresas e se gera emprego”, diz o prefeito Murilo. “Somos um polo regional muito importante de comércio e serviços para uma região de mais 1 milhão de habitantes. O empresário que faz um estudo bem feito vai escolher Dourados para investir com certeza”, afirma o prefeito.

O crescimento econômico acontece em todas as áreas. Na reunião do mês de maio, por exemplo, o CMDU (Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano) aprovou consultas sobre a implantação de mais dois loteamentos privados na cidade, um na região das Sitiocas Campina Verde e outro no Distrito de Vila Vargas. Aprovou ainda a localização de uma indústria na área de concreto armado e um posto de combustível.

Já no mês de abril o CMDU havia aprovado a localização da indústria da Coamo, na BR 163, a segunda etapa do loteamento Terras Alphaville e mais um loteamento social privado nas proximidades dos residenciais Dioclécio Artuzi.

Porém só passam pelo CMDU empresas que necessitam de grande estrutura para funcionar. A maioria das empresas, que não provocam impacto ambiental, tem tramitação e aprovação direta na Secretaria de Desenvolvimento e Infraestrutura. São empresas que geram de 1 a 5 empregos, mas que no geral tem impacto muito positivo no crescimento da cidade.

 

EMPRESÔMETRO

Já o Portal Empresometro MPE, da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), trabalha com o número de 18.825 empresas ativas em Dourados até esta terça-feira, dia 14. Destas 17.381 são MPE (Micro e Pequena Empresa).

O portal aponta que 7.926 são empresas de comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas; 1.697são da área de construção; 1.460 são indústrias de transformação; 1.405 de serviços, 1.097 de alojamento e alimentação; 959 de atividades administrativas e serviços complementares; 836 de transporte, armazenamento e correios; 709 de atividades profissionais, científicas e técnicas; 302 de saúde humana e serviços sociais; 288 de informação e comunicação e ainda 702 de outros seguimentos.