Peixes para a 12ª Festa de Dourados já estão nos lagos dos Parques Rego D`Água e Antenor Martins

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

festa-peixe-soltura-2003 01
Peixes para o torneio foram soltos no Parque Primo Vicente, no Grande Água Boa, e para a pesca livre no Parque Antenor Martins (Foto: A. Frota /Assecom).

A Prefeitura de Dourados fez, no fim de semana, a soltura dos peixes das espécies pacu e tilápia, que serão utilizados para o torneio de pesca no Parque Ambiental Primo Vicente Fioravante (Rego D´Água), no Grande Água Boa, e para a pesca livre no Parque Ambiental Antenor Martins, no Jardim Flórida.

É mais uma ação preparativa para a 12ª Festa do Peixe, que acontece na semana que vem, entre os dias 23 (quarta-feira) e 27 (domingo). Nesta semana passada a Semsur (Secretaria de Serviços Urbanos) e o Imam (Instituto de Meio Ambiente) realizaram os últimos preparativos também para deixar os dos parques limpos e bonitos para a população.

A soltura dos peixes aconteceu na sexta-feira pela manhã, com colocação nos lagos do pacu, e no sábado pela manhã, foi a vez da tilápia.

O prefeito Murilo não pode participar, pois estava em compromisso fora da cidade. Os secretários Elizabeth Salomão (Desenvolvimento Econômico Sustentável) e Landmark Ferreira Rios (Agricultura Familiar e Economia solidária) coordenaram os trabalhos e receberam as autoridades e parceiros.

De acordo com a secretária Elizabeth foram soltos nos três lagos 1.700 quilos de peixes de vários tamanhos das duas espécies. O torneio de pesca acontece nos dois lagos do Parque Primo Vicente. Já no Parque Antenor Martins haverá apenas pesca livre de sexta-feira a domingo.

“Vai ser uma festa muito bonita, com o torneio de pesca, atrações culturais todas as noites, uma bem montada praça de alimentação, eventos esportivos e venda de peixes. Uma festa que vai marcar este último ano dessa gestão do prefeito Murilo”, ressalta Elizabeth. “Tudo está sendo preparado com muito carinho e será mais um grande evento, com sucesso de público; temos certeza”, acrescenta.

Já o secretário Landmark destaca a promoção da piscicultura e o incentivo aos produtores rurais. “Todo o peixe solto nos lagos ou o comercializado é comprado de produtores de Dourados. Além do mais a venda de peixe na festa incentiva o habito do consumo dessa carne e ajuda a fortalecer o setor”, destacou.

Na feira do peixe, no Parque Primo Vivente, a Prefeitura pretende colocar à venda em torno de 20 toneladas de peixes das espécies pacu, pintado e tilápia. 12 produtores já foram selecionados para fornecer os peixes, que serão abatidos em frigoríficos e irão resfriados para a venda no parque.

Já as inscrições para o torneio de pesca podem ser feitas na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável, na Avenida Weimar G. Torres, 1680-B, ao lado do Edifício Adelina Rigotti (Prédio das Araras), das 7h30 às 13h30, ou no prédio administrativo do Parque Primo Vicente, das 7h às 17h.

 

Exemplo

O Superintendente Federal de Pesca e Aquicultura do MDA (Ministério do Desenvolvimento Agrário) no Estado, Luiz David Figueiró, participou da soltura de peixes na sexta-feira. Ele disse que Dourados é um exemplo para o setor de piscicultura do Estado, que deve ser seguido por todos os municípios.

“Dourados é uma demonstração clara de que com a união de esforços entre produtores, poder público e órgãos de pesquisa a piscicultura dá certo”, afirma. Ele disse que o Ministério da Agricultura e Pecuária, onde está inserida a Superintendência de Pesca, está presente em Dourados com projetos, financiamento e apoio à pesquisa.

Sobre a Festa do peixe, Figueiró destacou que ela vai além do caráter de entretenimentos para a população, incentivando ao mesmo tempo o consumo de peixes pelas famílias, e apoiando os produtores, que fornecem o peixe para a venda e também para a pesca nos lagos.

A festa é promovida pela Prefeitura de Dourados, organizada pela Semdes (Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável) e Semafes (Secretaria de Agricultura Familiar e Economia Solidária), com apoio da Secretaria de Cultura, Funed, Secretaria de Serviços Urbanos, Secretaria de Obras e Imam. Os parceiros são a Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados), MS-Peixe, Apropeixe, Ministério Público Estadual, UFGD, Embrapa Agropecuária Oeste, Sebrae/MS, Governo do Estado e Governo Federal (Mapa/Superintendência de Pesca em MS).