Vereadores defendem diálogo com servidores sobre PCCR

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

A sessão foi realizada nesta segunda-feira no plenário da Casa de Leis. (Foto: Eder Gonçalves ).
A sessão foi realizada nesta segunda-feira no plenário da Casa de Leis. (Foto: Eder Gonçalves ).

Durante a sessão ordinária realizada nesta segunda-feira (09), os vereadores de Dourados abriram espaço para dialogar com os funcionários, sobre o projeto de Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos servidores do município, que foi retirado de pauta.

O Projeto de Lei Complementar número 11/2017, protocolado no último dia 29, na Casa de Leis, visa limitar o incentivo de capacitação pago aos servidores municipais a no máximo 15% do vencimento base (5% para especialização, 10% mestrado e 15% doutorado).

Na ocasião, Genivaldo Dias da Silva, coordenador do Fórum dos Trabalhadores em Saúde, falou da importância em discutir o projeto com os servidores e também sobre as leis que garantem os direitos dos trabalhadores.

Já a presidente do Sinted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação em Dourados), Gleice Jane Barbosa, também discorreu sobre o tema e enfatizou a importância em discutir sobre o PCCR com a administração municipal. “O que pedimos desde o início é diálogo, para que assim possamos ajudar na construção do projeto, pois ele é a vida do servidor”, disse.

Os vereadores Alan Guedes (DEM), Madson Valente (DEM), Olavo Sul (PEN), Elias Ishy (PT), Marçal Filho (PSDB) e Junior Rodrigues (PR) também usaram a tribuna para discorrer sobre o assunto.

 

Projetos de Lei

Durante a sessão ordinária realizada nesta segunda-feira (09), no Plenário da Casa de Leis, os vereadores votaram e aprovaram dois projetos em segunda discussão e votação.

O primeiro da pauta foi o Projeto de Lei nº 099/2017 (013), de autoria do Poder Executivo, que regulamenta o pagamento de honorários sucumbenciais e os oriundos de acordos judiciais, causas e procedimento extrajudiciais aos ocupantes do cargo efetivo de Advogado Previdenciário e dá outras providências.

Em seguida entrou em votação o Projeto de Lei nº 097/2017, de autoria do Vereador Jânio Miguel, que Inclui no Calendário Oficial de Eventos do Município, a tradicional “Expofestcar”, a ser realizada anualmente no mês de julho.

 

Indicações e requerimentos

Dando continuidade aos trabalhos o vereador Cido Medeiros (DEM), indicou à administração municipal a criação do banco de medicamentos no município, ele ainda solicitou ao Governador Reinaldo Azambuja (PMDB) e a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimento) agilidade na abertura da licitação para revitalizar a Praça Antônio Alves Duarte, conhecida como Praça do Transbordo na área central de Dourados.

Olavo Sul (PEN) solicitou a instalação de uma luminária completa em frente a paróquia Santo Antônio no distrito de Picadinha e ainda urgência no patrolamento e cascalhamento na Rua Ivan de Matos Brum, antiga W 10, Água Boa.

Marçal Filho (PSDB) indicou que a administração municipal realize um levantamento de locais com problemas na iluminação pública do município e realize a manutenção e melhorias para solucionar o problema, ele indicou ainda a pavimentação asfáltica no Jardim Guaicurus.

Silas Zanata (PPS) solicitou um redutor de velocidade na Rua São Vicente de Paula no Distrito de Indápolis e também o termino da obra do Campo de Futebol da Vila Formosa.

Bebeto (PR) pediu que seja realizado um levantamento das árvores existentes no município em situação de risco de quebra e melhorias na sinalização da Rua Eugênio Xavier de Matos na Vila Ubiratã.

Junior Rodrigues (PR) indicou a realização de um estudo e levantamento para incentivos aos proprietários de imóveis para construção e manutenção das calçadas e ainda a limpeza e manutenção da escada que dá acesso a pista de caminhada do Parque Ambiental Arnulpho Fioravante.