Fusões e Aquisições: Destaques da Semana de 28 de novembro a 4 de dezembro

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

destaques
Anunciadas 15 operações de Fusões e Aquisições com destaque pela imprensa na semana de 28 de novembro a 04 de dezembro de 2016. Envolvem direta ou indiretamente empresas brasileiras de 11 setores.

 

 

NEGÓCIOS DA SEMANA

 

“Market Movers”

 

Brasil Pilgrim’s, da JBS, adquire americana GNP Company por US$ 350 milhões. A americana Pilgrim’s Pride, empresa de carne de frango controlada pela brasileira JBS, anunciou a aquisição da também americana GNP Company, por US$ 350 milhões.  29/11/2016

 

Neoenergia vende ativos de geração para Contour Global por R$711 mi. A Neoenergia fechou a venda de um pacote de pequenas centrais hidrelétricas e usinas termelétricas para a unidade brasileira da norte-americana Countor Global por um total de 711 milhões de reais, incluindo a dívida atrelada aos ativos. Os ativos negociados com a Countor Global representam pouco mais de 200 megawatts em capacidade instalada. 28/11/2016

 

“Market Movers” – Exterior

 

Wyndham adquire rede argentina Fen Hotels. O Wyndham Hotel Group anunciou ontem a aquisição da Fen Hotels, com propriedades espalhadas por diversos países da América do Sul e também nos Estados Unidos. Assim, o portfólio de marcas do grupo chega agora a 18 delas, incluindo as novas Dazzler e Esplendor, originárias do Fen. A principal operação do grupo adquirido é na Argentina, seu país de origem, mas há também hotéis no Uruguai, Paraguai, Peru, Costa Rica e uma unidade nos Estados Unidos, totalizando 22 hotéis.  02/12/2016

 

Maersk Line compra Hamburg Süd e cria superpotência dos mares. A Maersk Line e o grupo Oetker chegaram a um acordo para a Maersk Line comprar a Hamburg Süd, armador alemão líder nos tráfegos com o Brasil. A aquisição foi anunciada globalmente nesta quinta-feira e ainda está sujeita à aprovação de órgãos regul.  01/12/2016

 

Empresas chinesas se fundem e criam a maior siderúrgica do país. A empresa combinada, com o nome de Baowu Steel, terá capacidade anual de produção de cerca de 60 milhões de toneladas. A fusão entre o Baoshan Iron and Steel Group (Baosteel) e sua rival de menor porte, a Wuhan Iron and Steel, foi formalmente concluída em uma cerimônia em Xangai nesta quinta-feira, que deu origem à maior siderúrgica da China. A Baowu Steel dispõe de um total de ativos avaliado em 730 bilhões de iuanes (106 bilhões de dólares) e uma força de trabalho de 228 mil pessoas, informou a empresa em comunicado. 01/12/2016

 

HUMORES & RUMORES

 

M & A – VENDA

 

Odebrecht  quer vender R$12 bi em ativos até meados de 2017. A Odebrecht admitiu nesta quinta-feira que participou de práticas empresariais impróprias e anunciou uma série de medidas destinadas a melhorar a governança e a manter a solidez financeira do grupo, um dos principais alvos do escândalo de corrupção investigado pela operação Lava Jato. No plano financeiro, a companhia informou que está executando um plano destinado a garantir sua solidez financeira, incluindo a venda de cerca de 12 bilhões de reais em ativos até meados de 2017. Desse total, já foi alienado o equivalente a 5 bilhões de reais. O programa já envolveu a venda da fatia de 70 por cento na Odebrecht Ambiental, pelo equivalente a 878 milhões de dólares, em outubro; de 57 por cento da concessão rodoviária Rutas de Lima, no Peru; de 100 por cento da Concessionaria Trasvase Olmos e H2Olmos, de concessões de irrigação no Peru; e da Odebrecht Energias Alternativas. Além disso, o grupo ainda negocia a venda de participação de 28,6 por cento na empresa de energia Santo Antônio Energia; de uma usina hidrelétrica e de um gasoduto no Peru; de participação em um bloco de petróleo em Angola; e das unidades de tratamento de águas industrias Cetrel, Ecosteel Gestão de Águas e Ecosteel Gestão de Efluentes Industriais. Simultaneamente à reestruturação da unidade Odebrecht Agroindustrial, a Odebrecht Óleo e Gás negocia com detentores de títulos de sua subsidiária Odebrecht Offshore, afetados pela rescisão pela Petrobras, em 2015, de um unidade de perfuração para exploração de petróleo.  01/12/2016

 

Fundo Cerberus quer investir US$ 2 bilhões na Oi. Fundo americano é conhecido por se especializar em empresas em dificuldades, como é o caso da Oi, que está em recuperação judicial. O fundo americano Cerberus, especializado em empresas com problemas financeiros, está disposto a investir US$ 2 bilhões na operadora de telefonia Oi, apurou o Estado. A companhia, que está em recuperação judicial e tem dívidas de R$ 65,4 bilhões, tem sido alvo de investidores interessados em assumir a gestão da operadora. 01/12/2016

 

Vale está mais próxima de desinvestimento em fertilizantes. A mineradora Vale está mais próxima de realizar uma operação de desinvestimento de seus ativos de fertilizantes, afirmou nesta terça-feira o presidente-executivo da companhia, Murilo Ferreira, durante entrevista a jornalistas após o evento Vale Day, na bolsa de Nova York. Uma fonte disse à Reuters anteriormente que a norte-americana Mosaic poderia pagar cerca de 3,6 bilhões de dólares por alguns dos ativos de fertilizantes da Vale. 29/11/2016

 

M & A – COMPRA

 

Múltis disputam a brasileira TheraSkin. A farmacêutica nacional TheraSkin, controlada pela família Scaravelli e especializada em produtos para tratamento de pele (dermocosméticos), atraiu pelo menos três grupos internacionais interessados em adquirir o controle da empresa e expandir seus negócios no Brasil. O ‘Estado’ apurou que a francesa Pierre Fabre, dona da marca Avène, a indiana Torrent e a espanhola Almirall apresentaram nesta semana propostas firmes para comprar a companhia. As negociações estão sendo coordenadas pelo banco Credit Suisse, que foi contratado nos últimos meses pela família para buscar um investidor. O negócio é avaliado em R$ 1 bilhão. Esse valor é o equivalente a 20 vezes o Ebtida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) projetado da empresa para este ano, segundo a mesma fonte. 03/12/2016

 

Estrangeiros voltam a olhar mercado imobiliário brasileiro. Os investidores estrangeiros que investem no mercado imobiliário brasileiro voltaram a abrir o cofre nesse fim de ano, após postergar decisões de aportes ao longo de 2016. Os recursos, porém, têm sido liberados de forma cautelosa, apenas para gestoras de private equity especializadas. O cenário atual de crise no setor abre espaço para investimentos na compra de ativos com descontos, como empreendimentos, terrenos ou participações.  02/12/2016

 

Linx seguirá com estratégia de aquisições em 2017, diz diretor financeiro. A companhia de software para o varejo Linx seguirá com política de aquisições no próximo ano, apoiada em um caixa de 674 milhões de reais, conforme busca crescer em segmentos como o comércio eletrônico, além de aumentar a oferta de seu portfólio de produtos. “Alguma coisa vai acontecer…aquisições, para nós, não são eventos especiais, fazem parte do nosso dia a dia”, afirmou à Reuters o vice-presidente de finanças da Linx, Dennis Herszkowicz. Ele não deu detalhes sobre os possíveis alvos de aquisição da empresa, uma das maiores produtoras de software do país e líder no segmento voltado ao varejo. Desde 2008, quando realizou sua primeira aquisição, a Linx já comprou 22 empresas em diferentes segmentos. 30/11/2016

 

PRIVATE EQUITY

 

UBS, Julius Bayer e mais quatro avaliam compra do family office Consenso. Os bancos suíços UBS e Julius Baer estão de olho no family office Consenso, fundado em 2003 por ex-executivos do Banco BBA Creditanstalt. Mas não estão sozinhos. O family office, com R$ 20,6 bilhões sob gestão, tem nesse momento conversas com outros quatro bancos interessados no negócio. Para ser comprada, o Consenso quer garantia de que o comprador não esteja interessado somente em incorporar a carteira de clientes, mas perpetuar as práticas da atual gestão. 04/12/2016

 

KKR retoma gestão da Aceco. Mais uma reviravolta na briga que envolve o fundo KKR e a família Nitzan, sócios na fabricante de data centers Aceco. No fim de novembro, a Justiça determinou que o KKR deve voltar a administrar a companhia. O fundo havia perdido esse direito em outubro, quando Nitzan comprou uma dívida não paga pelo KKR e executou o fundo. Como as ações do KKR na Aceco eram a garantia do empréstimo, Nitzan voltou a ter o controle da empresa fundada por ele.30/11/2016

 

Fundo Versa aposta nas empresas mais endividadas da Bovespa. Um dos gestores de fundos de hedge do Brasil com melhor desempenho está comprando ações de empresas altamente endividadas, apostando que elas têm muito a ganhar com o corte dos juros que estão entre os mais elevados do mundo. O raciocínio é que papéis de companhias como BR Malls Participações e Cia. Paranaense de Energia (Copel) foram prejudicados por temores em relação às despesas para serviço da dívida. No entanto, esses custos devem recuar nos próximos meses e anos, contanto que o Banco Central realize os cortes de juros esperados pelos analistas, explicou Luiz Alves, gestor do fundo de ações que superou 96% de seus pares neste ano. 28/11/2016

 

IPO/OPA

 

Sanepar dá início à oferta de ações de até R$ 1,73 bi. Em mais uma operação que vai testar o apetite dos investidores neste fim de ano, a Sanepar anunciou ontem uma oferta de ações que deve movimentar algo entre R$ 1,42 bilhão e R$ 1,73 bilhão, conforme antecipado pelo Valor em setembro. 01/12/2016

 

Movida pede registro de IPO na CVM. A JSL informou nesta quarta que sua controlada Movida apresentou pedido de registro de oferta pública de distribuição primária e secundária de ações. A JSL informou nesta quarta-feira, 30, por meio de Fato Relevante, que sua controlada Movida Participações apresentou pedido de registro de oferta pública de distribuição primária e secundária de ações. 30/11/2016

 

Decolar.com negocia com bancos fazer IPO na Nasdaq em 2017, dizem fontes. O site de reservas de viagens Decolar.com está seguindo adiante com os planos de fazer uma oferta pública inicial de ações (IPO) na bolsa norte-americana Nasdaq no próximo ano, afirmaram três fontes com conhecimento do plano. O fundo de hedge norte-americano Tiger Global Management, que detém 60 por cento da Decolar.com, está liderando o plano com base na avaliação de que a empresa de 17 anos de idade está suficientemente estabelecida e bem reconhecida para abrir seu capital, afirmaram as fontes.30/11/2016

 

XP Investimentos inicia preparativos para IPO em 2017. A XP Investimentos, terceira maior corretora do país em volume de negociação de ações, começou os preparativos para fazer um IPO, segundo duas pessoas com conhecimento direto do assunto. 30/11/2016

 

Locadora de veículos Unidas pede registro para IPO. A locadora de veículos Unidas {UNIDA.UL} informou que pediu aval da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta segunda-feira para realizar uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). A operação, que compreende ofertas primária (ações novas) e secundária (papéis detidos por atuais sócios), terá como coordenadores Itaú BBA, JPMorgan, Bank of America Merrill Lynch e Haitong, afirmou a companhia em fato relevante. 28/11/2016

 

RELAÇÃO DAS TRANSAÇÕES

 

XP Investimentos adquire 100% da Rico Corretora. A XP Investimentos anunciou ontem a aquisição de 100% do capital da Rico, corretora on-line criada em 2010 por ex-executivos da Link Investimentos, vendida para o UBS. Em comunicado, Guilherme Benchimol, presidente do Grupo XP, diz que a Rico, que atua nos segmentos de ações, mercado futuro, Tesouro Direto e na distribuição de fundos, seguirá como uma marca independente, assim como a Clear Corretora, adquirida em 2014. 02/12/2016

 

Safeeds adquire NewTech empresa de aditivos líquidos. A Safeeds anuncia um reforço significativo em seu portfólio de aditivos para produção animal, com a aquisição da empresa NewTech. A Safeeds é uma empresa brasileira líder em aditivos não antibióticos e com esta aquisição consolida o propósito de ampliar seu portfólio para a área de aditivos líquidos, proporcionando soluções abrangentes e complementares a sua linha de atuação, sem o uso de antibióticos, através de soluções em aditivos que aliem eficiência, sustentabilidade e rentabilidade aos seus clientes. Os clientes da Safeeds vão desde fazendas, fábricas de rações até grandes integrações. 02/12/2016

 

Grupo Forma vende participação na Steel Consolidadora. O Grupo Forma anunciou nesta manhã a venda de sua participação detida na Steel Consolidadora, criada em 2014. A empresa afirmou ter tomado a decisão após os agora ex-sócios, Adriano e Josi Monteiro, apresentarem proposta para assumir a totalidade da operação. “A proposta foi irrecusável para o Grupo, o acordo foi fácil e rápido. Saímos muito felizes da negociação e desejamos toda sorte à Steel”, comentou o sócio-diretor do Grupo Forma, Fábio Depret. 02/12/2016

 

A&MR IT compra WTech. A A&MR IT, companhia paulista especializada em tecnologia para a área tributária, acaba de adquirir a WTech, uma empresa paulista do mesmo segmento com expertise em obrigações fiscais como o SPED. Ambas empresas tem um porte similar, com em torno de 10 funcionários. “Queremos oferecer aos nossos clientes produtos e serviços altamente customizados”, explica Matos. 02/12/2016

 

Lopes devolve corretora de imóveis a ex-donos por R$ 1 mil. A Lopes Consultoria de Imóveis informou nesta sexta-feira, em comunicado, a extinção de sua relação societária com os acionistas fundadores da Local Consultoria de Imóveis, cuja participação de 55% foi adquirida em 2010 por R$ 25,6 milhões. A decisão foi comunicada à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O valor estabelecido para a alienação foi…  02/12/2016

 

INX International adquire fabricante de tintas Creative Indústria e Comércio Ltda. A americana INX International anuncia a aquisição da fabricante de tintas do Brasil Criative Indústria e Comércio Ltda. Com sede em São Paulo, a Creative é um dos principais fabricantes de tintas para embalagens flexográficas e gravuras na América do Sul, de acordo com a INX.

 

Axxon compra controle da calçadista gaúcha Usaflex. A WSC Participações, controlada pela gestora de fundos de investimento Axxon Group, conclui hoje a compra de 69,76% do capital da calçadista gaúcha Usaflex. O valor da aquisição foi mantido em sigilo pelas companhias.. O Axxon geralmente faz aportes entre R$ 75 milhões e R$ 300 milhões por empresa. A gestora de fundos, que administra R$ 2,2 bilhões … Leia mais em valor econômico 01/12/2016

 

Cemig adquire Rio Minas Energia e Lepsa, do BTG, por R$ 201,9 milhões. A Cemig informou nesta quarta-feira que adquiriu a totalidade das ações da Rio Minas Energia Participações (RME) e da Luce Empreendimentos e Participações (Lepsa) detidas pelo banco BTG Pactual, pelo valor de R$ 201,9 milhões. Com essa aquisição, a Cemig aumentou sua participação acionária na RME de 60,65% para 66,27%, mantendo 50% do capital votante da concessionária. Na Lepsa, a participação passou de 61,06% para 66,62%, também mantendo 50% do capital votante. A RME e Lepsa eram subsidiárias integrais da Parati, veículo de investimento que tem participação societária na Light.  30/11/2016

 

Italiana Enel compra elétrica Celg-D por R$ 2,187 bilhões. Companhia italiana adquiriu cerca de 95 por cento das ações da distribuidora de eletricidade goiana. A elétrica italiana Enel foi a única a apresentar proposta no leilão de privatização da distribuidora de eletricidade goiana Celg-D, da Eletrobras, e arrematou cerca de 95 por cento das ações da empresa por 2,187 bilhões de reais, o que representou um ágio de 28 por cento ante o preço mínimo estabelecido para a licitação realizada nesta quarta-feira na BM&FBovespa

 

Cade aprova compra de unidades da Odebrecht Utilities pela CSA. Empresas na operação tê como foco sistemas de água e esgoto de usina siderúrgica. O Conselho Administrativo de Defesa da Econômica (Cade) aprovou a compra de ativos de uma unidade do grupo Odebrecht no Brasil pela Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA), segundo despacho publicado nesta terça-feira pelo órgão de defesa da competição. A transação envolve a compra da Ecosteel Águas e da Ecosteel Efluentes, que fazem parte da Odebrecht Utilities, pela CSA, que já detém 5 por cento da primeira empresa, segundo documentação disponibilizada pelo Cade, que aprovou o negócio sem restrições. Tanto a Ecosteel Águas quanto a Ecosttel Efluentes têm como foco sistemas de água e esgoto da usina siderúrgica da CSA no Rio de Janeiro. 29/11/2016

 

Pilgrim’s, da JBS, adquire americana GNP Company por US$ 350 milhões. A americana Pilgrim’s Pride, empresa de carne de frango controlada pela brasileira JBS, anunciou hoje a aquisição da também americana GNP Company, por US$ 350 milhões. A expectativa da Pilgrim’s é que o negócio seja aprovado no primeiro trimestre de 2017. Com atuação na porção norte do Meio-Oeste americano, a GNP é especializada em carne de frango … 29/11/2016

 

Bravo Industries e a compra da Consub Defesa e Tecnologia S.A. A Bravo Industries, companhia dedicada ao setor de defesa e logística sediada em Arlington, Virginia, nos Estados Unidos, completou as negociações com intenção de adquirir a brasileira Consub Defesa e Tecnologia S.A., pertencente ao grupo norueguês Siem Offshore. Consub Defesa e Tecnologia S.A. é uma empresa líder em sistemas de gerenciamento de combate naval, bem como de comando e controle na América do Sul. Alinhada no segmento de negócios da nova controladora, a Consub assume agora nova identidade como uma companhia da Bravo Industries. 24/10/2016

 

Grupo Abril investe na NerdMonster e aumenta seu portfólio com soluções de digital retail. Com a aquisição de parte substancial da empresa de inteligência digital, o Grupo complementa seu portfólio de soluções digitais para o varejo. O Grupo Abril acaba de abrir mais uma frente em inovação e tecnologia voltada para marketing de varejo e se torna sócio da NerdMonster Digital Retail, empresa atuante no segmento de negócios digitais, BI (Business Intelligence) e VR (virtual reality)que oferece, por meio de plataformas proprietárias de negócios, soluções focadas em potencializar a efetividade das operações de varejo. Focada no conceito de digital retail, a NerdMonster traz soluções digitais contemporâneas para todos os momentos do ciclo de vida do novo consumidor: reputação, influência, ativação, compra e relacionamento que as marcas podem e devem promover digitalmente – adicionando uma nova dimensão à experiência dos consumidores com produtos, serviços e lojas.21/11/2016

 

Senior Solution compra rival ATTPS por R$ 50 milhões. A Senior Solution, companhia de softwares para o setor financeiro, concluiu ontem a aquisição da ATTPS Tecnologia, empresa de Belo Horizonte que fornece software e serviços para bancos, entidades de previdência e operadoras de saúde, corretoras e concessionárias. A Senior Solution vai pagar R$ 50 milhões pela ATTPS, sendo um pagamento à vista de R$ 35 milhões e outros R$ 15 milhões pagos ao longo de cinco anos. Sobre esse valor poderá ser acrescentado um adicional de até R$ 14 milhões, se a ATTPS atingir metas em 2017, ainda mantidas em sigilo pelas companhias. Bernardo Gomes, presidente da Senior Solution, disse que o valor será pago com recursos do caixa, não envolvendo empréstimos. 29/11/2016

 

Neoenergia vende ativos de geração para Contour Global por R$711 mi. A Neoenergia fechou a venda de um pacote de pequenas centrais hidrelétricas e usinas termelétricas para a unidade brasileira da norte-americana Countor Global por um total de 711 milhões de reais, incluindo a dívida atrelada aos ativos, informou a empresa em comunicado nesta segunda-feira. Os ativos negociados com a Countor Global representam pouco mais de 200 megawatts em capacidade instalada, dentre os quase 4 gigawatts em usinas da Neoenergia, que está presente em grandes empreendimentos, como a hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. Em nota, 28/11/2016.