Com 29 quilos por ano, sul-mato-grossenses são os mais carnívoros do país

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

churrasco

Com 29,1 quilos de carnes per capita ano, o sul-mato-grossense é o maior consumidor do produto in natura no Brasil. O que confirma a nossa fama de carnívoros e apreciadores de um bom churrasco. Já o consumo de arroz e feijão no Estado vem caindo gradativamente quase pela metade nos últimos anos. E mais estamos bebendo mais álcool, mas reduzimos o consumo de sal e açúcar.

Este raio X dos hábitos de consumo foram mostrados hoje pela Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2017-2018 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas). Na publicação são apresentados os resultados referentes às quantidades da aquisição de alimentos para consumo no domicílio, per capita no ano, de alimentos e bebidas da população brasileira.

Uma análise histórica por produtos selecionados revelou que o arroz com feijão, composição tradicional das refeições no Brasil e no Estado, apresentou uma redução considerável nas quantidades adquiridas para o consumo domiciliar. Enquanto na pesquisa anterior, a quantidade média per capita adquirida de arroz em MS foi de 31,5 kg, na POF 2017-2018 ela foi de 25,29 kg, recuo de 42%. Já o consumo médio de feijão, por sua vez, ficou em 9,3 kg, em 2002-2003, para 4,6 kg na POF 2017-2018, redução de 50,5%, bem próxima da média nacional que foi de 52%.

Uma boa notícia foi que a aquisição de frutas e hortaliças cresceu no Estado neste período. A compra de frutas em 2017-2018 foi de 26,43 Kg/ano, um acréscimo de 44,57% em relação à 2002-2003 ( 18,26 kg). A média ficou próxima da média nacional (26,414 kg).

As frutas prediletas por aqui são: Banana (6,74 kg), laranja (5,18 Kg) e melancia (3,97 kg). Nas hortaliças também houve um avanço de compras em MS, e ficou em 28,734 kg, um aumento de 16,05% com relação à 2002-2003 (24,76 kg), maior que a média nacional (23,77 kg). As mais consumidas foram: tomate (6,26 kg), batata-inglesa (4,20 kg) e mandioca (3,83 kg).

Carnívoros – A pesquisa apontou uma coisa que muita gente desconfiava. MS tem  maior aquisição per capita de carnes do País, mas a 3º menor em pescados Quando analisadas as aquisições em kg/ano, os números de MS se destacam novamente. Enquanto a média de aquisição de carnes no país é de 20,76 kg, No Estado, a aquisição dos grupos de carnes se divide em: 6,69kg de carne bovina de primeira, 9,96 kg de carne bovina de segunda, 5,66 kg de carnes bovinas outras e 4,61 kg são de carne suína. A comparação com os anos de 2002-2003 (29,12kg) e 2008-2009 (29,23 kg) mostra um tímido aumento, quase sendo considerado estável.