Câmara incentiva campanha Declare seu Carinho do MPE

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

cmdA Câmara de Dourados recebeu na noite desta segunda-feira (9), durante a 6ª sessão ordinária, o promotor de Justiça Luiz Gustavo Camacho Terçariol, que usou a tribuna livre para falar sobre a campanha “Declare seu Carinho”, que visa a destinação de até 3% do Imposto de Renda para instituições douradenses.

De acordo com o promotor, a campanha é de realização do Ministério Público Estadual (MPE) em parceria com diversas entidades de Dourados, visando arrecadar recursos, oriundos do Imposto de Renda de pessoas física e jurídica, e destiná-los para Fundos Municipais da Criança e Adolescente e da Pessoa Idosa, que prestam assistência a projetos e instituições douradenses.

“Toda pessoa que faz a arrecadação pode destinar recursos para os fundos. Lembrando que os recursos não podem ser destinados para custear a máquina pública, como a folha de pagamento”, apontou o promotor.

Terçariol ainda mencionou que, no momento da declaração, 3% do imposto pode ser revertido para cada fundo (Criança e Adolescente e da Pessoa Idosa), acumulando até 6% em doações. Sendo que a declaração não pode ser entregue em atraso, não pode ser parcelada e o DARF deve ser pago até o dia 30 de abril (prazo final).

Ainda conforme Terçariol, Dourados pode arrecadar até R$ 6.500 milhões para os fundos municipais, porém em 2019 arrecadou apenas R$ 335 mil, ou seja, dos 29 mil contribuintes que podem realizar a doação, apenas 268 colaboraram com a campanha. “Podemos e devemos crescer muito. Por isso contamos com a apoio dos vereadores e de toda a sociedade, para alavanquemos esta campanha”, finalizou.

“Quero parabenizar ao promotor Luiz Carlos Terçariol, pois ele encampa uma luta que não é somente dele, mas de toda a sociedade douradense. E é fundamental o apoio da sociedade civil organizada”, comentou o presidente da Casa de Leis, vereador Alan Guedes (DEM). “Nós vamos continuar esta campanha e com certeza teremos o apoio de todos para batermos os números do ano passado e até mesmo dobrá-los. Sonhando alto, podemos chegar a 50% do total que a cidade pode contribuir”, completou.

Tribuna Livre

Ainda ocuparam a tribuna livre a presidente do Instituto Mulher, Edna Regina Alvarenga Bonelli, que discorreu sobre as ações realizadas pelo instituto, e a representante do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) e presidente do Comacs (Conselho Municipal de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais do Magistério), Elizangela Tiago da Maia, que falou sobre a intervenção da Prefeitura no Conselho do Fundeb (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação).

Ordem do Dia

Em 2ª discussão e votação, foram aprovados o projetos de Lei nº 366/2019 e 387/2019, de autoria dos vereadores Madson Valente (DEM), Sergio Nogueira (PSDB), Silas Zanata (Cidadania), Olavo Sul (Patriota) e Bebeto (PL), que denominam como “Antônia Marques” a Unidade Básica de Saúde e como “Travessão Guido Canazza”, o trajeto conhecido como Travessão da 3ª Linha, localizados no distrito de Vila Vargas.

Do vereador Bebeto, foi aprovado o Projeto de Lei nº 379/2019, que denomina como “Travessão Orlando Francisco Pinto” o trajeto conhecido como Travessão da 4ª Linha, na região do distrito de Vila Vargas.

O Projeto de Lei nº 02/2020, de autoria do vereador Olavo Sul, que institui e inclui no Calendário Oficial de Eventos o Dia Municipal do Ciclista, a ser comemorado anualmente no dia 19 de agosto, também foi aprovado.

Dos vereadores Idenor Machado (PSDB) e Jânio Miguel (PL), foi votado e aprovado o Projeto de Lei nº 004/2020, que Declara de Utilidade Pública Municipal a Associação Okinawa de Dourados, com sede em Dourados.

O Projeto de Lei nº 005/2020, de Cirilo Ramão (MDB), que revoga a Lei nº 4431/2020, que denominava como “João Marques Luis (João Passarinho)” a via marginal P5, localizada no fundo dos bairros Porto Seguro e Jardim das Palmeiras.

Em 1ª discussão e votação, foi aprovado o Projeto de Lei nº 010/2020 (06), de autoria do Poder Executivo, que dispõe o Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social (FMHIS).

Também foi aprovado o Projeto de Lei Complementar nº 009/2020, de Idenor Machado, que altera dispositivos da Lei Complementar n° 152/2009, que institui o Programa Bom Pagador. As alterações visam garantir o desconto do programa para as novas inscrições imobiliárias decorrente do desmembramento de imóvel originalmente beneficiado pela lei.

Em única discussão e votação, foi aprovado decreto legislativo, do vereador Maurício Lemes (PSB), que concede Diploma de Jubileu de Seda à empresa “Eletro Weg”, alusivo ao 41 anos de sua criação.