Mães chefes de família começam a receber auxílio de R$ 600 nesta segunda

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

O pagamento do auxílio emergencial de R$ 1,2 mil para mães chefes de família começa nesta segunda-feira (13) que tiveram conta poupança na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil. Para receber o benefício é preciso se encaixar nos critérios definidos na lei e informar o CPF dos filhos no cadastro. Serão três parcelas.

A previsão de pagamento era para o lote era terça-feira (14), mas a caixa informou que nesta segundo o pagamento será feito para as mulheres chefes de família, com direito a cota dupla,  do CadÚnico que têm poupança na Caixa e conta no Bando do Brasil.

É importante lembrar que as mães solteiras ou chefes de família, podem não conseguir receber o benefício integral.  Segundo o Ministério da Cidadania, no momento do cadastro será exigido o preenchimento do número do CPF dos filhos e dependentes para os membros da família das trabalhadoras não inscritos CadÚnico e que não são beneficiários do Programa Bolsa Família.

O CPF é obrigatório, mas muitos menores de idade ainda não possuem o documento. A regra que exige o documento do dependente para o auxílio emergencial está na Portaria nº 351, do dia 7 de abril que regulamenta os procedimentos para efetuar o pagamento do auxílio que começou nesta quinta-feira, dia 9.

Além disso, a CEF (Caixa Econômica Federal) informou que o requerimento do auxílio emergencial, é necessária a informação do CPF do requerente e de todos os membros que moram no mesmo domicílio e dividem renda e despesa, independentemente da idade, no momento do cadastro.