Deputados de MS podem ter mandato prorrogado na diretoria da Unale

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Representantes da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), os deputados estaduais Lidio Lopes (PATRI) e Herculano Borges (Solidariedade) poderão ter os mandatos prorrogados na diretoria executiva da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale).

Os parlamentares sul-mato-grossenses ocupam posição de destaque na diretoria executiva da instituição. Lidio Lopes é vice-presidente na região Centro-Oeste e Herculano Borges ocupa o cargo de secretário de Mato Grosso do Sul.

A decisão será tomada em reunião por videoconferência, no dia 30 de outubro, às 10h, por convocação presidente nacional da entidade, deputada estadual Ivana Bastos (PSD-BA), considerando a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e a excepcionalidade do período para as assembleias associativas.

A proposta leva em conta a necessidade de não descontinuidade ou alteração abrupta das atividades, relativas a representação e competências da diretoria executiva, respeito a medidas de prevenção, controle e mitigação dos riscos de transmissão da Covid-19 em ambientes de trabalho, de modo a preservar a saúde dos membros, colaboradores e sociedade em geral.

Durante a Assembleia Geral Extraordinária, será analisado, ainda, o cancelamento da Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE) 2020, evento que agrega anualmente cerca de 1059 deputados de todo Brasil, para discussão de assuntos relativos a área de atuação de parlamentares estaduais.