MS registrou mais de 2.400 casos de dengue em apenas três meses

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print
Estado já registrou cinco mortes por dengue em 2021, 17 municípios estão na faixa vermelha da doença

Mato Grosso do Sul confirmou mais 426 casos de dengue em sete dias, de acordo com o boletim epidemiológico o divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (SES), nesta quarta-feira (7). Ao todo, já são 2.406 confirmações da doença no Estado desde o começo do ano.

Os municípios que registraram a maior quantidade de casos confirmados são: Três Lagoas (732), Corumbá (421), Rio Brilhante (210), Campo Grande (161) e Antônio João (128). 

No Estado, 17 municípios estão na faixa vermelha da doença, com alta incidência, sendo elas: Antônio João, Camapuã, Bataguassu, Corumbá, Ladário, Selvíria, Três Lagoas, Paraíso das Águas, Água Clara, Inocência, Rio Brilhante, Figueirão, Aparecida do Taboado, Ivinhema, Santa Rita do Pardo, Brasilândia e Deodápolis.  

Em três meses foram registrados cinco óbitos por dengue no Estado, nos municípios de Dourados, Campo Grande, Corumbá, Três Lagoas e Caarapó. 

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, é importante que a distribuição mantida como residências limpas para evitar a proliferação do mosquito. 

“Nós estamos cobrando dos municípios ações contra a dengue, que é uma doença sazonal, muito presente nesses primeiros meses do ano. Compramos equipamentos que nunca na história do Estado foram disponibilizados, como bombas intercostais, para tratamento domiciliar e até para o fumacê, então acreditamos que esse ano vai ter um menor impacto que os anos anteriores ”, explica.

 ANO PASSADO

Conforme os dados dos boletins estaduais, entre o primeiro e o último dia de 2020, foram registrados 41.378 confirmações de dengue e 42 mortes.

Mato Grosso do Sul permaneceu por meses e fechou o ano ocupando o 2º lugar entre os estados do Brasil em alta incidência de casos de dengue. Observando as atualizações, foi possível notar que todos os 79 municípios do estado encerraram o período na faixa vermelha da doença.  

As cidades que registraram maior incidência foram: Campo Grande, Ponta Porã, Três Lagoas, Corumbá, Amambaí e Dourados.

Mesmo assim Campo Grande teve uma queda de 30% sem número de casos, em relação ao ano anterior. Foram registrados 13.141 confirmações de dengue e 7 óbitos.

Conforme explicou uma secretaria municipal de Saúde, “o saldo positivo é reflexo das ações de enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti realizando ao longo do ano, mesmo com uma pandemia de Covid-19.”