Sindicato e Estado vão incentivar fruticultura em Dourados

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

assinatura parceria (2)
Termo de cooperação técnica foi assinado quarta-feira entre o presidente do Sindicato Rural, Lucio Damália, e o diretor-presidente da Agraer, Enelvo Felini. (Foto: Divulgação).

O Sindicato Rural de Dourados e o governo do Estado de Mato Grosso do Sul firmaram uma parceria para aumentar a produtividade e melhorar a qualidade da produção de frutas por agricultores familiares da região. As pesquisas e treinamentos serão feitos em campos experimentais instalados no Parque de Exposições João Humberto Andrade de Carvalho.

O termo de cooperação técnica foi assinado quarta-feira (22) entre o presidente do Sindicato Rural, Lucio Damália, e o diretor-presidente da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), Enelvo Felini.

Através da parceria, a Agraer vai realizar ações nas áreas de pesquisa, assistência técnica e extensão rural entre os agricultores familiares do município de Dourados. A agência vai oferecer atendimento visando a transferência de conhecimentos para aumentar a produtividade da fruticultura e ao mesmo tempo melhorar as condições de vida no meio rural.

Com 215 mil habitantes, Dourados “importa” de outros estados grande parte das frutas e verduras consumidas pela população local. Mas para conquistar esse mercado é preciso capacitar os produtores.

A cooperação técnica não envolve repasse de dinheiro, apenas cessão de pessoal com ônus para a origem, para atender as necessidades de condução dos campos experimentais e transferência de tecnologia.

O Sindicato Rural de Dourados vai disponibilizar área, infraestrutura e equipamentos necessários para desenvolver a pesquisa voltada aos agricultores familiares. Também vai garantir mão de obra necessária para tratos e colheita dos campos experimentais e unidades demonstrativas, além de fornecer técnicos para colaborar com as pesquisas.

Já a Agraer vai implantar os campos experimentais de frutas em conjunto com o sindicato e fazer a capacitação de técnicos e agricultores através de palestras, cursos, dias de campo e reuniões. Também vai disponibilizar mobiliário, equipamentos de informática, veículos e combustível para os trabalhos.

Lucio Damália disse que a parceria é mais uma iniciativa do Sindicato Rural em apoio aos agricultores e população em geral do município de Dourados. “A economia de Dourados está centrada na agropecuária. A fruticultura apresenta alta rentabilidade, mas isso só é possível se os produtores forem capacitados adequadamente. Essa parceria com a Agraer vai permitir essa capacitação”, afirmou.

Em Mato Grosso do Sul, o mercado de hortifrutigranjeiros é abastecido por produtos de outras regiões brasileiras. O convênio firmado em Dourados vai incentivar a produção de frutas na região e permitir que o grande mercado disponível seja conquistado pela produção local.