Convênio dá desconto de 50% em sistema de emissão de NFC-e

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print
Vice-presidente da Aced, Ely Oliveira Semmelroth e empresário Adilson Barison, da Exclaim Tecnologia firmam convênio. (Foto: Aced).
Vice-presidente da Aced, Ely Oliveira Semmelroth e empresário Adilson Barison, da Exclaim Tecnologia firmam convênio. (Foto: Aced).

Os empresários devem ficar atentos ao fim do prazo para implantação da NFC-e (Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica), obrigatória partir de sábado (1º de setembro). A Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados) firmou um convênio com a Exclaim Tecnologia para implantação do sistema Bitis com desconto de 50% para associados.

De R$ 100, o serviço será oferecido por R$ 49, sendo o valor promocional por tempo determinado. “Com suporte, segurança, backup e atualizações garantidas”, afirma o empresário Adilson Barison, da Exclaim Tecnologia que está há 16 anos no mercado e é especialista em software de gerenciamento de empresas.

A intenção é que os filiados que ainda não realizaram a implantação possam fazê-lo para se adequar às normas sem onerar em demasia os caixas das empresas. “Nosso objetivo é que os associados tenham toda a condição e estrutura necessária para atender aos prazos que são exigidos”, afirma a vice-presidente, Ely Oliveira Semmelroth.

Desde março de 2017, várias empresas e comércios varejistas em Mato Grosso do Sul vem se adaptando à NFC-e, documento fiscal obrigatório que trará benefícios tanto para quem vende, quanto para quem compra. Para o empresário, a principal vantagem é o gerenciamento dos produtos em tempo real.

A NFC-e substituirá o Cupom Fiscal e a Nota Fiscal de Venda ao Consumidor. A impressão pode ser feita em qualquer impressora até mesmo na máquina de ECF (Emissor de Cupom Fiscal) com esse sistema devidamente encerrado.

Para o consumidor há mais segurança na hora da compra, já que com a NFC-e os dados são digitais e podem ser enviados para o e-mail do cliente. Existe também a possibilidade do comerciante a pedido do consumidor incluir os dados pessoais, como CPF e endereço, permitindo ao cliente controle e o gerenciamento de suas notas pessoais.

A NFC-e vem ainda com um QR Code, código de barras em 2D que pode ser lido por aplicativos de celulares, ou seja, a informação estará disponível em diversas plataformas digitais a disposição do consumidor e empresário.