Além do IPVA, Seguro Dpvat também deve ser pago até 31

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

seguro-dpvat-750x400Na próxima semana, vence o prazo para pagamento da cota única ou da primeira parcela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O que nem todos os motoristas sabem, no entanto, é que o seguro obrigatório Dpvat, criado para indenizar vítimas de acidentes de trânsito em todo o Brasil, acompanha o calendário do IPVA e também vence no dia 31 de janeiro. Como a guia ou boleto não é enviada para a residência, proprietários de veículos devem ficar atentos para não perder o prazo e ficar descoberto em casos de eventuais acidentes.

Desde 2015, a cobrança do seguro obrigatório deixou de ser feita juntamente com o pagamento do licenciamento anual.

Os valores para o pagamento foram anunciados no fim do ano passado e o prêmio varia apenas de acordo com a categoria do veículo. Para o exercício 2019, valor é de R$ 16,21 para os proprietários da categoria automóveis e caminhonetas particulares. Para motocicletas, motonetas e ciclomotores, o valor é R$ 84,58. Os valores são definidos pelo Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) e são válidos para todo o Brasil. Pagamento é em cota única e não pode ser parcelado.

O boleto desmembrado estará disponível no site da Seguradora Líder, empresa que define os valores, prazos, forma de pagamento, reajustes e a cobertura do seguro.

Para efetuar o pagamento do seguro obrigatório, proprietários de veículos devem emitir a guia no site e quitá-los nos nos Bancos do Brasil, Bancoob, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú ou Sicredi.

Apesar do vencimento no dia 31, o seguro pago posteriormente não é acrescido de juros, mas o motorista que se acidentar perde o direito ao seguro caso esteja com a guia em atraso.

DPVAT

O Seguro DPVAT é obrigatório e deve ser pago, uma única vez ao ano, para obtenção do licenciamento do veículo, condição obrigatória para a emissão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Além disso, se houver inadimplência, o proprietário perde o direito ao seguro em caso de acidente, sendo ele o condutor do veículo no momento do sinistro. Os demais envolvidos permanecem cobertos pelo Seguro DPVAT.

Em caso de dúvidas, é possível entrar em contato com a Central de Atendimento, das 8h às 20h, de segunda a sexta-feira, no 4020-1596 (Regiões Metropolitanas) ou 0800 022 12 04 (Outras Regiões). Para reclamações e sugestões, o contato é o SAC no 0800 022 8189, disponível 24 horas por dia.