Dourados está entre as cidades que mais geraram empregos em 2019

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

aerea_vertical-1

A oferta de 6.208 postos de trabalho colocou Dourados entre as cidades que mais geraram empregos em 2019 e chegou a ser considerado um fenômeno ao ser responsável pela metade dos empregos criados em Mato Grosso do Sul durante todo o ano passado.

Conforme dados divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) na sexta-feira, 24, a segunda cidade do interior de MS, com população que ultrapassa 220 mil habitantes, liderou com folga a geração de empregos no Estado, seguido por Campo Grande, que gerou 1.657 empregos em 2019; Três Lagoas (753), Sidrolândia (403), Nova Andradina (293) e Coxim (232).

Em nível nacional, Dourados ocupou a nona posição, ficando atrás de cidades importantes, como São Paulo, que teve saldo positivo de 80.831 novos postos de trabalho; Belo Horizonte (MG), 22.703; Curitiba (PR), 19.325; Brasília (DF), 16.241; Manaus (AM), 10.458; Barueri (SO), 7.546; Joinville (SC), 6.656; e São Luís (MA), 6.475. A décima posição ficou com Parauapebas (PA), que gerou 5.670 empregos.

O resultado conquistado pelo Brasil no ano passado (644 mil vagas de empregos formais) representa 21,63% a mais que o registrado no ano de 2018. De acordo com o Ministério da Economia, é o maior saldo de emprego com carteira assinada em números absolutos, desde 2013.

Para a prefeita Délia Razuk, a política de incentivos que o município implantou na atual gestão contribuiu sobremaneira para a chegada de novas empresas a Dourados e, com isso, o consequente aumento do número de vagas de emprego.

“Isto é importante, porque mostra o potencial do município e são resultados de ações que fomentam a geração de emprego, como o fomento a novas empresas e investimentos, o aporte à agricultura familiar, às ações de capacitação e inúmeras outras”, disse a prefeita.

Só na obra de construção da Coamo Cooperativa Agroindustrial, inaugurada em novembro, foram gerados aproximadamente 2 mil empregos.

Já no fechamento do primeiro semestre de 2019, o Caged registrou que Dourados apresentava um saldo positivo de 5.342 novas vagas. Naquele período, foram 16.553 admissões contra 11.211 desligamentos no semestre.