Divergência atrasa subgrupamento de Bombeiros em Bonito

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

corpo de bombeiros-area-escolhida
Corpo de Bombeiros escolheu área no Jardim Andreia, mas Câmara diverge e quer oferecer outra opção. (Foto: divulgação).

Dênes de Azevedo

Entre infraestrutura e aquisições de equipamentos a unidade dos Bombeiros de bonito deve custar R$ 8 milhões.

O governador Reinaldo Azambuja afirmou no dia 4, durante cerimônia de lançamento da internet 3G, que já tem os recursos para a construção da sede do subgrupamento do Corpo de Bombeiros de Bonito. Apenas espera a definição do local. Sobre isso há um impasse entre Prefeitura e Câmara de Vereadores.

A Prefeitura ofereceu três opções ao Comando Geral dos Bombeiros. A escolhida está localizada no Jardim Andréia, na rodovia Bonito/Jardim, na entrada da cidade, em frente à Rádio Bonito FM, com 3.298,38 m². A área tem 61,641 metros de frente para a rodovia.

O imóvel foi escolhido pelo comandante geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Esli Ricardo de Lima, por conta da localização estratégica, favorecendo o deslocamento rápido para atender ocorrência em qualquer ponto do munícipio.

O projeto de lei que autoriza a Prefeitura doar a área tramita foi para a Câmara de Vereadores da cidade, mas esbarra na boa vontade dos vereadores, que não demonstram interesse na proposta do prefeito.

Ao contrário, o presidente Câmara, João Ligeiro, disse ao BonitoNet que negocia outra área para o Corpo de Bombeiros, distante 200 metros daquela objeto do projeto de lei, no Jardim Tarumã.

A área defendida pela Câmara estaria sendo oferecida ao município como pagamento de débitos com a fazenda pública na ordem de R$ 600 mil e teria 20 mil m², sendo seis vezes maior que a área do Jardim Andréia. Com isso, comportaria além dos Bombeiros, uma quadra poliesportiva e uma prédio para a Polícia Militar Florestal e Projeto Florestinha.

Outra opção apresentada pela Câmara seria parte da área da garagem da Prefeitura, que já é do governo do Estado, adquirida pela Prefeitura e que vem sendo paga parceladamente. Essa área fica na região do Rincão Bonito, que agrega nove bairros.

Enquanto acontece o jogo de interesses entre Prefeitura e Câmara o município pode até perder a unidade dos Bombeiros, como já adiantou o governador.

A meta do Governo do Estado é instalar um subgrupamento do Corpo de Bombeiros em Bonito, principal destino turístico de Mato Grosso do Sul, até o final do ano. Hoje, a cidade é atendida pelo 2º Subgrupamento de Bombeiros Militar de Jardim, que também é responsável pelas cidades de Guia Lopes da Laguna, Nioaque e Bela Vista.

O Subgrupamento de Jardim instalou a 3ª Seção de Bombeiros no aeroporto de Bonito. Os bombeiros dão segurança às aeronaves que operam na cidade, mas só podem atender ocorrências a até 8 quilômetros de distancia da sede. Fica na Rodovia MS 178 a 13 km do centro da cidade.

O Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul estabeleceu como prioridade para este ano a instalação do subgrupamento de Bonito. A unidade deve operar com uma viatura ABT (Auto Bomba Tanque) para combate a incêndio, uma viatura ABS (Auto Busca e Salvamento) e uma UR (Unidade de Resgate).

Entre infraestrutura e aquisições de equipamentos a unidade dos Bombeiros de bonito deve custar R$ 8 milhões.

Um subgrupamento é comandado por um capitão. O efetivo, segundo o governador, já está definido e será formado por 36 bombeiros, parte deles recém-formados e já aguardando para serem destinados a Bonito. São empregos que ajudarão a movimentar a econômica da cidade.