Câmara de Dourados aprovou projeto de criação do ITBI Fácil

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

O ITBI Fácil foi aprovado por unanimidade. (Foto: Thiago Morais).
O ITBI Fácil foi aprovado por unanimidade. (Foto: Thiago Morais).

A Câmara de Dourados aprovou, durante sessão ordinária desta terça-feira (28), o Projeto de Lei Complementar nº 016/2018, que altera a Lei Complementar nº 071/2003, e cria o “ITBI Fácil” (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis).

De autoria do vereador Cirilo Ramão (MDB), o projeto visa facilitar a negociação do pagamento do ITBI, sendo um imposto pago para oficialização do processo de compra e venda de bens e imóveis, também a liberação e a transferência de documentos.

O ITBI Fácil é direcionado para quem comprou ou vendeu um imóvel e não possui o valor integral do pagamento do imposto ou para proprietários de loteamentos subsidiados pela Caixa Econômica Federal. O projeto propõe a regularização através de parcelamento, sendo em até seis ou 10 vezes, sendo a segunda opção para famílias que recebem até quatro salários mínimos.

Ainda em 2ª discussão e votação, foi aprovado o Projeto de Lei nº 066/2018, de autoria do vereador Olavo Sul (PEN), que denomina como “Avenida Antonio Reseghini” a Avenida Guaritá, localizada no distrito de Vila São Pedro.

O Projeto de Lei nº 070/2018, de autoria do vereador Pedro Pepa (DEM), que obriga os pais de crianças em idade de vacinação, ou seus responsáveis, a apresentar, no ato da matricula em estabelecimentos de ensino público ou privado, caderneta de saúde, contendo o registro de aplicação das vacinas obrigatórias à sua idade, foi aprovado em primeira discussão e votação.

Por fim, foi aprovado o Projeto de Decreto Legislativo nº 014/2018, de autoria da Comissão de Finanças e Orçamento, presidida pelo vereador Sergio Nogueira (PSDB). O projeto traz parecer favorável do Tribunal de Contas do Estado e da Comissão, referente ao balanço geral do exercício de 2007, sob a administração do ex-prefeito Laerte Tetila (PT).