BR-163 deve ter tráfego de 250 mil veículos no feriado da Páscoa

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

br 163  Páscoa foto Rachid Waqued
A Polícia Rodoviária Federal manterá fiscalização em postos estratégicos da BR-163 (Foto: Rachid Waqued).

Nesta quinta-feira (24), começou a Operação Páscoa na BR-163/MS. Segundo estimativa da concessionária CCR MSVia até segunda-feira (28), quando termina a operação, deverão passar pela rodovia cerca de 250 mil veículos.

Conforme o levantamento, os picos de tráfego acontecerão em dois horários na quinta: entre 08h e 11h (média de 3.800 veículos/hora) e entre 15h e 19h (média de 4.000 veículos/hora). Na sexta, o pico de tráfego ocorrerá entre 08h e 11h (média de 3.200 veículos/ hora). No retorno, o pico de tráfego deve acontecer no domingo entre 15h e 19h (média de 4.600 veículos/hora). Na segunda, é esperado pico de tráfego 08h e 12h (média de 3.500 veículos/hora).

 

Obras

Serão suspensas as execuções de obras com interrupção do tráfego, durante os seguintes períodos: 24/03, quinta, entre 12h e 23h59; 25/03 sexta, entre 0h e 16h; 27/03, domingo, entre 12h e 23h59 e 28/03, segunda, entre 0h e 12h.

 

Cargas Especiais

Será suspensa a circulação de cargas especiais nos seguintes dias e horários: 24/03, quinta, entre16h e 23h59; 25/03, sexta, entre 06h e 12h e 27/03, domingo, entre16h e 23h59.

“Recomendamos aos usuários que pretendem seguir viagem que evitem os horários de pico de tráfego e de execução de obras, quando o movimento fica mais intenso. Lembrando também que é fundamental que o veículo passe por revisão antes de pegar a estrada”, alerta o gestor de interação com o Cliente da CCR MSVia, Keller Rodrigues.

 

Folhetos

A CCR MSVia e a PRF (Polícia Rodoviária Federal) distribuirão ainda 30 mil folhetos educativos sobre a importância do combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, da chikungunya  e do zika. Desenvolvido pelo Ministério da Saúde, o folheto intitulado “Zika Zero” destaca “um mosquito não é mais forte que um país inteiro”.

Os folhetos de combate ao Aedes serão distribuídos nos postos da PRF dos kms 324, 613 e 734 e nas praças de pedágio de Mundo Novo, Caarapó, Campo Grande, Jaraguari, São Gabriel do Oeste e Rio Verde de Mato Grosso.

A Polícia Rodoviária Federal realizará ações de fiscalização em todos os postos da BR-163/MS, além de outros pontos estratégicos. Serão utilizados etilômetros (bafômetros) para coibir a prática de ingestão de álcool associada à direção, priorizando também a utilização de radares móveis.

A Operação Especial da CCR MSVia envolve cerca de 80 viaturas distribuídas ao longo das 17 Bases Operacionais do SAU – Serviço de Atendimento ao Usuário e  pontos estratégicos da BR-163/MS. O esforço conta com o apoio de 12 ambulâncias-resgate, 05 unidades móveis de terapia intensiva, 04 VIRs (Viaturas Médicas de Intervenção Rápida), 08 guinchos pesados, 17 guinchos leves, 19 inspeções de tráfego e 11 caminhões de serviço.

A frota será tripulada por cerca de 500 colaboradores em regime de revezamento, 24 horas por dia. O CCO – Centro de Controle Operacional comandará a logística de atendimento com um grupo de 15 colaboradores especializados, atuando também diuturnamente.

Estarão dispostos 18 Painéis Fixos de Mensagens Variáveis e 17 Painéis Móveis de Mensagens Variáveis (instalados estrategicamente) para informar aos usuários, em tempo real, sobre eventuais interferências no tráfego.

Para informações das condições de tráfego, sugestões, críticas e elogios, os motoristas e passageiros podem fazer contato com a Concessionária por meio do Disque CCR MSVia, serviço telefônico gratuito (inclusive para celulares) que atende pelo telefone 0800 6480163, 24 horas por dia. O site da empresa www.msvia.com.br também oferece informações das condições de tráfego.