Puxada pela batata e cebola, cesta básica tem alta de 3,3% em um mês

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

06 DE JULHO 2015 -  Pesquisa Dan  - NEGOCIOS - 03ne4815  -  NLVL

O preço da cesta básica teve alta de 3,3% nos últimos 30 dias, segundo pesquisa feita nesta segunda-feira (3) pelo Procon em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Entre os produtos que tiveram alta em relação à pesquisa anterior estão a batata (50%), o biscoito de sal (12%), o alho (9%) e a cebola, que ficou 30% mais cara.

Feita em dez supermercados da cidade, a pesquisa inclui o preço de 28 itens pré-definidos. Como ocorre em todas as pesquisas, os produtos apresentaram variação significativa entre um estabelecimento e outro.

A batata apresentou diferença de 325,84% entre o menor e o maior preço. A cebola teve diferença de 291,01%, o alho varia 194,63%. A dúzia de ovos apresentou diferença de 186,99%.

O pacote de 350 ml de extrato de tomate é vendido por R$ 0,99 em um supermercado da Vila Maxwell, região norte da cidade, e por R$ 4,59 em um mercado do Parque das Nações – diferença de 363,64%.

Foram encontrados 15 produtos com diferença superior a 100% entre os estabelecimentos com menor preço para o maior, entre eles a erva-mate, o fubá, farinha de trigo e a margarina. O Procon informa que não leva em conta a marca dos produtos.

Em média, o preço da cesta básica é de 53,3%. A lista dos 28 itens custa R$ 89,53 no mercado da Vila Maxwell e R$ 137 em um hipermercado de rede nacional na Avenida Marcelino Pires.