Estado suspende cobrança de ICMS de bares e restaurantes

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB), anunciou na manhã desta quinta-feira (15), que irá suspender pelo prazo de 90 dias a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de bares e restaurantes no Estado.

A medida segundo ele beneficiará mais de 6.746 mil estabelecimentos do segmento mais impactado pela pandemia.  Após esse período de três meses, o pagamento será parcelado em 12 vezes, sem juros ou correção.

A medida atende reivindicação do setor, da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul) e de deputados estaduais.

O governador do Estado explicou que busca auxiliar todos aqueles afetados fortemente pela pandemia, e citou a ajuda do programa Mais Social. 

“Nós estamos olhando vários segmentos, atendendo pessoas necessitadas. Agora eu anunciei o Mais Social, que vai atender 100 mil famílias de pessoas mais vulneráveis no Estado e acho que é isso que o Estado tem que fazer: dialogar com a sociedade, ver os que estão mais impactados e buscar soluções. Essa é uma solução importante para o segmento mais impactado, que é o de bares e restaurantes”, disse.