Cidade de Dourados sedia paralímpica no mês de setembro

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

 

Organizadores e apoiadores do evento se reuniram na Prefeitura, na manhã desta quinta, para debater ações do evento. (Foto – A. Frota).
Organizadores e apoiadores do evento se reuniram na Prefeitura, na manhã desta quinta, para debater ações do evento. (Foto – A. Frota).

Dourados foi selecionada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro para ser uma das 48 cidades sedes do Festival Paralímpico, dia 22 de setembro, evento em comemoração ao Dia do Atleta Paralímpico. A Prefeitura de Dourados, por meio da Funed (Fundação de Esportes), intermediou para que o município fosse escolhido e o Comitê definiu as sedes e encaminhou as definições sobre a estrutura necessária. As cidades realizarão simultaneamente o evento com o objetivo de incentivar o esporte, em especial aos atletas paralímpicos.

Por meio da equipe técnica, a Funed definiu que no município as modalidades do evento serão bocha adaptada, atletismo e basquete sobre rodas. Toda a programação será no período matutino, no Clube Indaiá. Em Mato Grosso do Sul, além de Dourados, a capital também sediará o evento.

O diretor da Funed, Jânio César da Silva Amaro, diz que um evento como este, inédito em Dourados, foi possível diante de direcionamentos da prefeita Délia Razuk, o empenho da Fundação, a notoriedade que a equipe “Dourados Sobre Rodas” angariou em nível nacional e o apoio de instituições parceiras.

“A prefeita Délia Razuk solicitou que buscássemos essa condição (de sede), dentro do entendimento de valorizar a prática esportiva no município. E foi por meio da atuação de toda a equipe e, principalmente, dos recentes resultados alcançados pela equipe Dourados Sobre Rodas em competições nacionais que foi possível trazer essa ação, a primeira do tipo que acontece no município”, comenta Jânio Amaro.

A coordenadora de Educação Física Escolar da Rede Municipal de Ensino, professora Marisa Araújo, reuniu os apoiadores e equipe na manhã desta quinta-feira, na Prefeitura de Dourados, para tratar sobre a estruturação do evento.

Ela explica que 150 crianças e adolescentes serão envolvidas nas modalidades, sendo 120 com algum tipo de deficiência – física, visual e intelectual. Trinta vagas ficam em aberto para crianças e adolescentes sem deficiência. As inscrições serão para a faixa etária de 6 a 17 anos.

O professor Antônio de Souza Pietramale, que coordena o Projeto Dourados Paralímpico, e que também está à frente do evento, tem feito convites a participantes. As inscrições estão abertas e informações podem ser obtidas na Funed.

As medidas quanto à acessibilidade no local do evento, segurança e a disponibilização de equipe de socorro médico, entre outras exigências do Comitê estão sendo direcionadas pela gestão municipal. Para este apoio, as secretarias de Educação e de Saúde estão unidas à Funed.

O Clube Indaiá, a Anhanguera e UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) são parceiros na realização do evento.