CCR MSVia já investiu R$ 1,148 bilhão em obras e serviços na BR-163

CCR MSVia já investiu R$ 1,148 bilhão em obras e serviços na BR-163

 

CCR MSVia aguarda licença ambiental para iniciar duplicação de novos trechos. (Foto: Rachid Waqued).

O Comitê de Gestão da CCR MSVia informa que até agora já foram investidos R$ 1,148 bilhão em obras, serviços, equipamentos e custos operacionais ao longo dos 845 quilômetros da rodovia BR-163, em Mato Grosso do Sul. Na avaliação dos gestores da empresa foi muito positivo o desempenho de obras de melhoramentos realizadas até o presente momento.

Em reunião realizada nesta segunda-feira (22/02), o Comitê anunciou que aguarda para os próximos dias a transferência da titularidade da Licença Ambiental (ou Licença de Instalação) emitida pelo IBAMA (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis) para sua responsabilidade.

De acordo com a empresa, a Licença foi liberada pelo IBAMA há quatro meses, mas em nome da EPL (Empresa de Planejamento e Logística), órgão do Governo Federal responsável pela licença ambiental.

Conforme o Comitê de Gestão da Concessionária, após o início da cobrança de pedágio, em setembro de 2015, a CCR MSVia continuou investindo nas duplicações. A empresa está trabalhando em 30 quilômetros de novas pistas, mas os trabalhos foram muito prejudicados pelas fortes chuvas, muito acima das médias históricas da região.

Em função disso, foram priorizadas as frentes de recuperação do pavimento, que são menos prejudicadas pelo período chuvoso, uma vez que as obras podem ocorrer no intervalo das chuvas.  Já as duplicações dependem de serviços de terraplenagem, que são muito afetados pelo excesso de umidade.

Nas obras de recuperação do pavimento estão trabalhando nove empresas construtoras:

Tracomal (do km 0 ao km 49 – Mundo Novo/Eldorado);

Concrenavi (do km 49 ao km 165 – Itaquiraí/Juti);

Paviservice (do km 165 ao km 265 – Caarapó/Dourados);

Duplan (do km 265 ao km 390 – Douradina/Nova Alvorada do Sul);

Engepar (do km 490 ao km 530 – Campo Grande);

Comvias (do km 578 ao km 830);

FBS (do km 580 ao km 700 – Bandeirantes/Rio Verde de Mato Grosso);

Enpa (do km 645 ao km 655 – São Gabriel/Rio Verde de Mato Grosso) e

Guaxe (do km 767 ao km 845 – Pedro Gomes/Sonora).

A CCR MSVia trabalha com a previsão de iniciar em 2016 mais 50 quilômetros de duplicações, tão logo receba a transferência da titularidade da licença ambiental, e executar mais de 200 quilômetros de restaurações de pavimento, com investimentos na ordem de R$ 500 milhões este ano. A empresa também está implantando 541 câmeras de CFTV (Circuito Fechado de TV), para monitoramento de 100% da rodovia.